Governo quer isentar Fifa de impostos

Projeto será enviado ao Congresso até o fim do mês.

O governo enviará ao Congresso até o fim do mês um projeto para isentar a Fifa e as empresas contratadas por ela do pagamento de impostos referentes a serviços e operações para a realização da Copa de 2014. A emissora de TV que transmitirá o mundial e o comitê organizador local também serão isentos, segundo o projeto.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (15) pelo ministro dos Esportes, Orlando Silva, após uma reunião com o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado, e com o subchefe da Casa Civil para assuntos jurídicos, Beto Vasconcelos.

?O caminho de isentar a Fifa dos impostos é a partir da avaliação de que o Brasil vai ganhar muito mais com o aquecimento da economia que será em função da realização do mundial. A isenção de impostos para a Fifa terá um impacto infinitamente menor do que aquilo que será gerado na economia brasileira, inclusive daquilo que será arrecadado na forma de tributos em função da realização do mundial?, argumentou o ministro.

De acordo com ele, a expectativa é que o projeto seja aprovado no Congresso ainda este ano para poder vigorar entre de 1º de janeiro de 2011 e 31 de dezembro de 2015.

Fonte: g1, www.g1.com.br