Grêmio bate o Figueirense com gol aos 47 do segundo tempo

Partida foi realizada na manhã deste domingo, na Arena.

O torcedor do Grêmio vai passar o restante deste domingo em êxtase. Após ver a sua equipe superior na Arena durante todo o jogo contra o Figueirense, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, teve que esperar até os últimos minutos para ver o gol da vitória, por 2 a 1, marcado por Bobô. Os outros tentos foram marcados por Walace e Ayrton.

Agora, o Grêmio vai até Recife encarar o Sport, que está no Z4, em partida que será realizada daqui a uma semana. O Figueira, por sua vez, terá o clássico diante da Chapecoense pela frente, também no próximo domingo.

O JOGO

A partida começou em um ritmo alucinante. Com menos de cinco minutos, Grêmio e Figueirense tiveram boas chances de abrir o marcador. Pela necessidade de somar pontos, os visitantes se fechavam bem, mas, principalmente nas investidas do estreante Rafael Silva e nos arremates de longe, não abdicavam do ataque.

Ao decorrer do confronto, a equipe de Roger Machado ia impondo seu habitual ritmo: toque de bola e paciência para abrir espaço na zaga adversária. No entanto, faltava capricho nos cruzamentos, o que impacientava os torcedores tricolores. Eis que, nos acréscimos, o volante Walace tirou um coelho da cartola: balançou a rede após um belíssimo chute de fora da área e fez com que seu time fosse para o vestiário em vantagem.

Grêmio e Figueirense (Crédito: Reprodução)
Grêmio e Figueirense (Crédito: Reprodução)


Mais confiante, o Grêmio voltou ainda mais impetuoso para a etapa complementar. Continuou criando ótimas chances, enquanto o clube catarinense, pouco inspirado, apelava para lançamentos longos.

Mas isto é futebol. Logo, imprevisível. Na reta final do duelo, o Figueira chegou, mesmo de forma desorganizada, ao surpreendente gol de empate. O lateral-direito Ayrton acertou um lindo chute de primeira e deixou tudo igual.

A partir daí, o Grêmio perdeu a organização, passou a jogar na base do abafa, mas foi valente. Quando tudo parecia lamentações para os gaúchos, restando apenas dois minutos para o apito final, Bobô viu a sua estrela brilhar. Ele marcou após jogada de outro atacante que veio do banco, Pedro Rocha, e foi para a galera comemorar os três pontos garantidos.

Com o triunfo suado, o Grêmio vai a 27 pontos, se mantém em terceiro na tabela e fica a um ponto dos líderes - Palmeiras Corinthians. Já o Figueirense, se complicou ainda mais com o revés: continua em 17º, na zona do rebaixamento, com 15 pontos ganhos.

Fonte: Terra