Grêmio bate o Flu com pênalti e fica a uma vitória da Libertadores

Com 62 pontos, o time gaúcho depende de resultados paralelos

Image title


O Grêmio está muito perto de confirmar vaga na próxima Libertadores. O time gaúcho venceu o Fluminense por 1 a 0 nesta quinta-feira (19), em Porto Alegre, com um pênalti polêmico marcado no segundo tempo, uma bola na mão discutível. E com o resultado a distância para o quinto colocado ao menos se mantém em seis pontos, faltando agora nove para terminar o campeonato.

Com 62 pontos, o time gaúcho depende de resultados paralelos. Na pior das hipóteses vira a rodada com seis pontos de distância em relação ao primeiro fora da linha de classificação para Libertadores. No melhor cenário fica nove na frente, faltando agora três rodadas. Ou seja, com uma vitória no Gre-Nal de domingo, a vaga se confirma matematicamente independente dos rivais. E dependendo dos placares de São Paulo e Inter, até mesmo sem vencer a vaga pode vir no clássico.

A vitória foi construída no segundo tempo e teve em Gerson a figura central. O meia-atacante do Fluminense entrou no intervalo, cometeu pênalti no gol de Luan e foi expulso logo em seguida, ao cometer falta dura. Ficou apenas 18 minutos em campo. O Fluminense ficou com 43 pontos no Brasileirão e vive situação confortável. Não está ameaçado pelo rebaixamento, mas também não briga por algo mais na competição.

GRÊMIO 1 X 0 FLUMINENSE

Data: 19/11/2015 (Quinta-feira)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Algre (RS)

Árbitro: Wagner RewayAuxiliares: Bruno Boschillia e Fábio Rubinho

Renda: R$ 418.766,00

Público: 15.909 (total)

Cartões amarelos: Fred (FLU), Pierre (FLU), Gerson (FLU) e Wellington Silva (FLU); Bressan (GRE), Ramiro (GRE), Walace (GRE);Cartões vermelhos: Gerson (FLU)Gols: Luan, do Grêmio, aos 14 minutos do segundo tempo.

GRÊMIO

Marcelo Grohe; Galhardo, Pedro Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Walace, Ramiro (Maxi Rodríguez), Giuliano e Douglas (Edinho); Luan e Everton (Bobô). Técnico: Roger Machado

FLUMINENSE

D. Cavalieri; Jonathan, Gum, Marlon e Wellington Silva (Wellington Paulista); Pierre, Cícero, Marcos Júnior, Osvaldo (Gerson) e Gustavo Scarpa; Fred (Magno Alves)Técnico: Eduardo Baptista

Fonte: UOL