Grêmio bate o Santos por 2 a 0 e reencontra a liderança do Campeonato Brasileirão 2008

Com a vitória, o Grêmio chegou a 56 pontos, contra 54 do vice

Durou muito pouco a separa??o entre o Gr?mio e a lideran?a do Campeonato Brasileiro. Foram apenas duas rodadas afastados um do outro. O reencontro ocorreu na noite desta quarta-feira, com a vit?ria de 2 a 0 sobre o Santos. O time tricolor voltou a ter uma atua??o cambaleante, sem a solidez de outros jogos, mas conseguiu o mais importante e deixou o Palmeiras, que apenas empatou com o Figueirense, para tr?s. O Peixe amea?ou muito e s? n?o teve resultado melhor porque n?o era a noite dele.

Com a vit?ria, o Gr?mio chegou a 56 pontos, contra 54 do vice. O Santos, ainda com 33, segue em 13?. Os ga?chos agora ter?o mais de uma semana de prepara??o para o jogo contra a Portuguesa, dia 19, no Canind?. O time da Baixada Santista joga um dia antes, no Rio de Janeiro, contra o Botafogo.

Gr?mio sai na frente e p?ra

Bastaram menos de tr?s minutos para o Gr?mio largar na frente. O time de Celso Roth entrou em campo mais ligado. E o resultado foi o gol cedinho, quando a torcida ainda se acomodava em um Ol?mpico gelado. H?lder tramou boa jogada pelo meio e mandou o chute. A bola desviou na zaga e sobrou para o gigante Morales. Cara a cara com o goleiro Douglas, ele fuzilou. E a? foi para a festa, festejando seu primeiro com a camisa tricolor.

O son?fero que o Gr?mio pareceu ingerir n?o fez efeito imediato. Depois do gol, o time da casa continuou melhor por algum tempo e at? criou novas chances. Morales, aos 18, disparou seus 1,96m pela ponta direita, entrou na ?rea em diagonal e chutou forte, mas exatamente no meio do gol, onde estava Douglas. O goleiro santista defendeu sem maiores dificuldades.

E a? o Gr?mio parou. A rea??o do Santos teve dois momentos distintos. Primeiro, com o dom?nio de bola, sustentado em toques r?pidos e curtos, protagonizados especialmente pelos gringos Molina e Cuevas. Depois, com chances claras de gol. F?bio Santos, aos 31, for?ou Victor a fazer boa defesa. Cinco minutos depois, Molina acertou o travess?o ga?cho em cobran?a de escanteio venenosa. Mais tarde, Cuevas recebeu pela esquerda e concluiu com for?a. O goleiro do Gr?mio voltou a fazer defesa impressionante.

O Tricolor, em contrapartida, preferiu ignorar que um time precisa de articula??o para chegar ao ataque. O jogos dos azuis virou festival de balonismo: bal?o, bal?o e mais bal?o para Morales. William Thiego, um zagueiro, foi o principal armador, j? que a bola n?o passou por Douglas Costa. O fim do primeiro tempo deu ao Gr?mio um resultado melhor do que a atua??o. J? o Santos, conseq?entemente, merecia melhor sorte.

Nos acr?scimos, Soares marca o segundo

No segundo tempo, o Santos voltou mais avan?ado, mas permitiu que o Gr?mio tivesse mais espa?os para tocar rapidamente e criar chances. Na primeira, aos nove, Soares invadiu livre a ?rea pela direita e errou o chute para sorte de Douglas. Aos 15, pela esquerda, o novo xod? Douglas Costa disparou um m?ssil contra a trave santista.

A liberdade para jogar nos contra-ataques quase permitiu que o Gr?mio fizesse o segundo, aos 18. E seria um gola?o. Douglas Costa pedalou, deixou Roberto Brum no ch?o e ficou de frente para Douglas. No entanto, n?o teve dom?nio da bola e bateu travado com os marcadores antes que Domingos salvasse.

Para dar mais forte ao setor de cria??o, o t?cnico M?rcio Fernandes sacou Bida e colocou Par?. A mudan?a fez o Peixe crescer e por muito pouco n?o empatar em dois lances seguidos. Aos 29, ap?s cruzamento rasteiro da direita, Kl?ber Pereira acertou a trave. Em seguida, Cuevas recebeu na esquerda e chutou. A bola passou por Victor, mas Thiego salvou quase sobre a linha. No minuto seguinte, aos 31, Soares entrou pela direita e disparou para Douglas espalmar.

Percebendo a falha na marca??o, o t?cnico Celso Roth trocou Jean por Amaral e Willian Magr?o por Orteman. Deu certo. A partir dos 40 minutos, o Santos n?o mais conseguiu criar para seu artilheiro, preso entre os defensores ga?chos. Assim, passou a arriscar chutes de longa dist?ncia.

Nos minutos finais, j? com o encerramento da partida entre Figueirense e Palmeiras no 0 a 0, os torcedores gremistas come?aram a comemorar a volta ? lideran?a. Mas o time ainda passou por um grande susto, aos 44. Carleto chutou de muito longe e Victor fez ?tima defesa de m?o trocada para del?rio da massa tricolor.

O Santos ainda teve tempo de perder um jogador. Fabiano Eller recebeu cart?o vermelho ao cometer falta em Reinaldo ap?s levar um chap?u na intermedi?ria. Era o fim da esperan?a santista. E o Gr?mio fez o segundo. Depois da cobran?a de falta de Douglas Costa, Douglas n?o segura e Soares manda para dentro. Festa gremista.

Fonte: Globo Esporte