Grêmio reage e arranca empate com Botafogo

Grêmio reage e arranca empate com Botafogo

Fábio Rochemback e Loco Abreu foram os destaques no Engenhão

Jogando fora de casa, o Grêmio obteve um grande resultado neste sábado. O time gaúcho arrancou um empate por 2 a 2 com o Botafogo no Engenhão, ao marcar duas vezes com Jonas no segundo tempo. A igualdade deixa a equipe gaúcha com 20 pontos, ainda na 16ª colocação, podendo ser ultrapassada pelo Atlético-MG, em caso de vitória do time de Belo Horizone sobre o São Paulo.

Já o Botafogo sobe para a terceira posição, podendo perder a colocação para o Santos, se os paulistas não forem derrotados pelo Flamengo no Maracanã.

A equipe da casa teve grande atuação no início da partida, abrindo vantagem de dois gols em cinco minutos (com Antônio Carlos e Herrera). A partir das modificações de Renato Gaúcho, porém, o Grêmio ressurgiu na partida, obtendo seu empate no segundo tempo.

Abrindo vantagem

O jogo começou com o clima quente, e Alessandro e Rafael Marques discutiram asperamente em disputa de bola aos 3min. A primeira boa oportunidade ofensiva saiu aos 5min, em cobrança de falta de Fabio Rochemback que foi defendida com segurança por Jefferson. Mesmo jogando fora de cassa, o Grêmio mantinha o controle do jogo, trocando passes no campo de ataque.

O Botafogo finalmente ameaçou o gol de Victor aos 13min, em grande jogada individual de Maicossuel, que passou pela marcação e finalizou para fora. Dois minutos depois, o meia cobrou escanteio e Antônio Carlos completou de cabeça para o fundo das redes. O gol determinou a mudança no ritmo do jogo, sendo que a equipe da casa dominava o adversário.

Aos 20min, Herrera tocou para Marcelo Mattos, que deixou o atacante na cara do gol. O camisa 17 precisou apenas tocar com estilo para vencer o goleiro do Grêmio e ampliar o placar. Fahel ficou perto de ampliar aos 24min, ao chutar de fora da área, mas Victor defendeu.

O time do Grêmio reacendeu após sofrer o segundo gol, apertando o Botafogo em seu campo de defesa, mas não passava pela marcação do time da casa. Irritado com a atuação de sua equipe, o técnico Renato Gaúcho sacou Gilson para apostar na entrada de mais um atacante, Roberson.

A equipe gaúcha teve boa chance de descontar em jogada aérea com Vilson aos 34min, mas Jefferson saiu bem do gol para defender. O Grêmio seguiu controlando o jogo, e passou a apostar na bola aérea. Aos 43min, Borges invadiu a área e viu Jefferson sair do gol para fazer excelente defesa.

Jonas lidera reação

Após o intervalo, o Grêmio seguiu atacando, mas ainda parando na marcação botafoguense. Este panorama se encerrou aos 8min, quando Jonas achou brecha entre os zagueiros e chutou no canto direito de Jefferson para descontar. Após sofrer o gol, Joel Santana apostou na entrada de Caio no lugar de Fahel, e equilibrou o jogo.

Aos 17min, o jovem meia fez sua primeira boa jogada ao deixar Herrera na cara do gol, mas o argentino finalizou para fora. No minuto seguinte, Marcelo Cordeiro cruzou nos pés de Loco Abreu, para ver o uruguaio errar feio o chute e mandar por cima do travessão.

O Botafogo seguiu atacando, e teve ótima chance de ampliar aos 26min, com Edno, que chutou em cima do goleiro Victor. Apostando na velocidade e na bola aérea, o Grêmio pressionava em busca do empate.

Aos 33min, a equipe da casa teve excelente chance de ampliar. Renato Cajá acertou na trave e a bola seguiu na área. Na sequência, Maicossuel alçou para Caio, que cabeceou para fora.

Após o susto, os gremistas partiram para a pressão final, sentido que o gol estava próximo. Souza tentou chute de fora da área e mandou para fora aos 34min. Lúcio também arriscou de longe, sem ameaçar Jefferson. O tento de empate finalmente saiu aos 40min, quando Lúcio cobrou falta e Jonas completou de cabeça. Para os botafoguenses, os minutos finais serviram para reclamar com a arbitragem e ouvir a vaia da torcida no Engenhão.

Fonte: Terra, www.terra.com.br