Grêmio segura empate e aumenta jejum do Palmeiras

Grêmio segura empate e aumenta jejum do Palmeiras

Atacante gremista recebeu segundo amarelo com 15min e deixou o Grêmio com dez

O Grêmio jogou retrancado e com raça para superar a expulsão de Kleber com apenas 15 minutos e empatar por 0 a 0 com o Palmeiras, na noite deste sábado, no Estádio do Pacaembu, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho perdeu o ex-palmeirense punido após uma cotovelada em Henrique, e conseguiu suportar a pressão para seguir embalado na competição, e aumentar o jejum do adversário para cinco jogos sem triunfo.

A saída da zona de rebaixamento fica cada vez mais distante para o Palmeiras. Com 17 pontos, o time pode cair para a penúltima colocação caso Atlético-GO e Sport vençam na rodada. Já o Grêmio se mantém na terceira posição, agora com 41 pontos.

Luiz Felipe Scolari modificou bastante o time derrotado para a Portuguesa por 3 a 0 no meio de semana com as entradas de Artur, Maurício Ramos, Márcio Araújo, Luan e o estreante Tiago Real. Com a nova formação, o Palmeiras impôs uma intensa pressão sobre o adversário, mas teve dificuldades superar a última barreira de quatro jogadores do Grêmio.

A situação do time gaúcho ainda piorou consideravelmente por conta do nervosismo de Kleber. Com 12 minutos, o atacante levou cartão amarelo por reclamação, e três minutos depois foi expulso pela agressão a Henrique.

Mesmo assim, a pressão do Palmeiras não surtiu o efeito desejado. Irritado, Felipão ainda colocou Maikon Leite nos minutos finais do primeiro tempo no lugar de João Vitor. No entanto, o Grêmio que criou a melhor chance da etapa com Zé Roberto, após drible em Bruno e chute salvo por Thiago Heleno de coxa aos 45min.

A alternativa encontrada por Felipão para o segundo tempo foi a entrada de Correa no lugar de Artur. Com o volante improvisado na lateral direita, o Palmeiras passou a abusar pelas jogadas no setor, mas poucas foram produtivas.

Nervoso, o Palmeiras partiu para as tentativas de longa distância no trecho final de jogo. Thiago Heleno, Correa, Mazinho e Maikon Leite se arriscaram. De nada adiantou. O Palmieras não conseguiu superar o Grêmio mesmo com vantagem numérica de jogadores em campo por 75 minutos, e deixou o Pacaembu sob vaias.

Fonte: Terra, www.terra.com.br