Grêmio vence Cruzeiro e fica bem perto do G-3

Com o resultado, os cruzeirenses seguem na primeira colocação - porém, com 54 pontos

O Grêmio deu uma ajuda preciosa ao Fluminense. Jogando no Estádio Olímpico neste domingo, em partida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time do técnico Renato Gaúcho venceu o líder Cruzeiro de virada por 2 a 1, impedindo a disparada dos mineiros na liderança da competição nacional.

Com o resultado, os cruzeirenses seguem na primeira colocação - porém, com 54 pontos, o time ainda pode ser superado pelo Fluminense, que tem 52 e joga ainda pela rodada contra o Botafogo. O Grêmio, por sua vez, tem 46 pontos e ocupa provisoriamente o sétimo lugar do torneio.

A partida foi marcada por uma arbitragem bastante acionada - foram três gols anulados, sendo dois do Grêmio. Porém, mesmo em desvantagem no placar, o time conseguiu crescer em momentos fundamentais e garantiu sua 12ª vitória em 30 rodadas.



Jogando em casa, e em busca da consolidação de sua boa fase, o Grêmio começou apertando e chegou a abrir o placar aos 18min do primeiro tempo: após cobrança de escanteio, Júnior Viçosa colocou a cabeça para desviar a bola, que foi parar em Jonas; o artilheiro gremista apenas escorou para as redes, mas a arbitragem assinalou impedimento e invalidou o lance.

Mas o Cruzeiro conseguiu crescer em campo e dar algum sossego ao goleiro Fábio. Para piorar a situação tricolor, o time do técnico Cuca abriu o placar aos 28min - desta vez, valendo: Montillo recebeu a bola na área pela direita e chutou em cima de Fábio Rochemback; na sobra, o próprio camisa 10 aproveitou o rebote e mandou de esquerda para o canto do gol de Victor.

Os mineiros ainda pressionaram, especialmente com o argentino - em chute por cima aos 31min e tentativa de cruzamento aos 34min, cortado por Fábio Santos. Mas nos acréscimos do primeiro tempo, quando a torcida já se conformava com a derrota provisória, veio o empate: aos 48min, Jonas entrou na área pela direita e chutou forte - Fábio defendeu, mas Júnior Viçosa aproveitou o rebote e, mesmo desequilibrado, mandou para as redes.

No segundo tempo, o jogo seguiu aberto, com boas chances dos dois lados. Aos 19min, Jonas recebeu e chutou no canto direito de Fábio, que se esticou todo para espalmar - inclusive acertando a mão na trave e reclamando de dores. No rebote, Lúcio chutou cruzado da esquerda e mandou para fora. Um minuto depois, Wellington Paulista respondeu marcando de cabeça no cruzamento de Gilberto. Mas desta vez, foi o time mineiro quem teve seu gol anulado.

Porém, aos 27min, Gilson foi derrubado na área por Thiago Ribeiro - pênalti, que Jonas chutou forte, no canto, e fez. A arbitragem, no entanto, assinalou invasão de área e mandou voltar o lance, invalidando mais um gol. Mas como a fase é das melhores, Jonas bateu de novo e fez, garantindo a virada e a festa no Estádio Olímpico.

O Cruzeiro ainda tentou ameaçar, mas na última grande chance de Montillo, aos 40min, Fábio Rochemback se redimiu e desarmou o argentino. Derrotado, o time mineiro volta a entrar em campo no próximo domingo, quando faz o clássico contra o Cruzeiro em Uberlândia pela 31ª rodada. Simultaneamente, o Grêmio abre as portas de seu estádio para o rival Internacional.

Fonte: Terra, www.terra.com.br