Gudjohnsen é atração da convocação da Islândia para a Eurocopa

Um dos maiores ídolos do PlayStation 2

O atacante Eidur Gudjohnsen, de 37 anos, foi convocado nesta terça-feira (31) para defender a Islândia na Eurocopa, o que deve fazer dele um dos mais velhos jogadores de linha a disputar a competição.

Ex-PSV Eindhoven, Chelsea, Barcelona, Monaco, entre outros, o atacante atualmente atua no Molde, da Noruega, e completará 38 anos em setembro. Gudjohnsen já anunciou duas vezes que deixaria a equipe nacional nórdica, em 2013 e 2015, mas voltou atrás nas duas oportunidades.

A maioria dos veteranos da Eurocopa serão goleiros, como o irlandês Shay Given e o húngaro Gábor Király, ambos de 40 anos, o norte-irlandês Roy Carroll e o italiano Gianluigi Buffon, os dois de 38.

Entre os jogadores de linha definitivamente ou pré-convocados, Gudjohnsen aparece como o mais velho, pouco a frente dos ucranianos Vyacheslav Shevchuk e Anatoliy Tymoshchuk e do meia húngaro Zoltán Gera, todos que já completaram 37 anos em 2016.

Na Eurocopa de 2016, a Islândia está no grupo F, ao lado de Portugal, Hungria e Áustria.


Jogadores convocados pela Islândia para a disputa da Eurocopa:

Goleiros: Hannes Halldórsson (Bodo-Glimt-NOR), Ogmundur Kristinsson (Hammarby-SUE) e Ingvar Jonsson (Sandefjord-NOR).

Defensores: Ari Skulason (Odense-NOR), Herder Magnusson (Cesena-ITA), Tortur Hermannsson (PSV Eindhoven-HOL), Ragnar Sigurdsson (Krasnodar-RUS), Kari Arnason (Malmö-SUE), Sverrir Ingi Ingason (Lokeren-BEL), Birkir Saevarsson (Hammarby-SUE) e Haukur Heidar Hauksson (AIK-Suécia).

Meias: Emil Hallgrimsson (Udinese-ITA), Gylfi Sigurdsson (Swansea-ING), Aron Gunnarsson (Cardiff-ING), Elmar Bjarnason (AGF-DIN), Arnor Traustason (Norrköping-SUE), Birkir Bjarnason (Basel-SEI), Johann Gudmundsson (Charlton-ING) e Runar Mar Sigurjonsson (Sundsvall-SUE).

Atacantes: Eidur Gudjohnsen (Molde-NOR), Alfred Finnbogason (Augsburg-ALE), Kolbein Sigthórsson (Nantes-FRA) e Jon Bödvarsson (Kaiserslauten-ALE).


Gudjohnsen em jogo pelo Barcelona (Crédito: Reprodução)
Gudjohnsen em jogo pelo Barcelona (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Uol