Guga celebra dez anos da liderança, contra André Agassi

Guga celebra dez anos da liderança, contra André Agassi

Ex-tenista brasileiro ignorou polêmicas recentes e elogiou rival deste sábado

O ex-tenista brasileiro Gustavo Kuerten revive neste sábado (11) a partida que lhe colocou na primeira colocação do ranking mundial. O adversário no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, é o mesmo da final do Masters Cup de 2000, em Lisboa (Portugal): o norte-americano André Agassi. O confronto começa às 20h (horário de Brasília).

Guga diz que a celebração não estaria completa sem a presença de Agassi

- Não vejo competidor melhor para relembrar a melhor conquista da carreira. Até porque eu venci. Tenho certeza que será uma festa marcante para nós.

Em 2009, o norte-americano lançou sua autobiografia e provocou indignação ao confessar ao uso de uma droga para melhorar seu rendimento em quadra. Revelou ainda que mentiu para a ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) ao dizer que ingeriu a substância involuntariamente para evitar uma suspensão.

Alheio à polêmica, Gustavo Kuerten faz questão de elogiar o rival e o apontou como uma de suas referências durante a carreira.

- Quando fui para os Estados Unidos pela primeira vez, já fui comprar as roupas coloridas que ele usava. É um cara que me inspirou muito. Depois, ele se tornou um adversário, mas sempre teve uma importância muito grande na minha carreira. Foi um privilégio ser um contemporâneo. Ele continua surpreendendo, sendo um grande exemplo para mim.

Fiel ao seu estilo marqueteiro, Agassi lembra que o Brasil deu um pequeno impulso ao início de sua carreira.

- É muito emocionante estar de volta ao Brasil. O Guga faz parte de um momento importante na minha carreira. E o Brasil representa muito para mim porque foi aqui que venci meu primeiro torneio em 1987.

Fonte: R7, www.r7.com