Há seis meses, Tite assinou manifesto contra CBF e Del Nero

Exigimos a renúncia definitiva de Marco Polo Del Nero, diziam

Favorito para assumir como técnico da seleção brasileira, Tite é esperado nesta terça-feira para se reunir com o presidente da CBF, Marco Polo del Nero.

Se ele vai aceitar a oferta, a expectativa é de que sim, mas há apenas seis meses o treinador do Corinthians tinha outra postura com relação ao dirigente máximo do futebol nacional.

Em dezembro de 2015, a ONG Atletas pelo Brasil e o Bom Senso FC lançaram o movimento #OcupaCBF, que pedia a saída de Del Nero da presidência da entidade.

"Exigimos a renúncia definitiva de Marco Polo Del Nero e sua diretoria, seguida da convocação de eleições livres e democráticas para o comando da CBF", dizia parte do documento, assinado por 127 personalidades de dentro e fora do futebol.

Tite era um deles.

Tite é cotado para assumir a Seleção
Tite é cotado para assumir a Seleção
Fonte: ESPN