Hamilton ataca Button no Twitter por engano e em seguida pede desculpas

Logo após as mensagens, Hamilton se retratou para os cerca de 1,1 milhão de seguidores que tem no Twitter.

O piloto Lewis Hamilton, da McLaren, provocou uma nova confusão no Twitter nesta segunda-feira ao acusar, por engano, o companheiro de equipe Jenson Button de desrespeito por deixar de segui-lo na rede social.



"Acabo de perceber que @jensonbutton parou de me seguir, que pena. Após 3 anos como companheiros de equipe, achava que a gente se respeitava, mas ele claramente não", escreveu Hamilton.

"O engraçado é que nós CONTINUAMOS companheiros de equipe. Tudo bem, eu planejo dar tudo que tenho a essa equipe e aos fãs até cruzar a linha de chegada no Brasil!!!", acrescentou o piloto de 27 anos, referindo-se ao GP que encerra a temporada.

Logo após as mensagens, Hamilton se retratou para os cerca de 1,1 milhão de seguidores que tem no Twitter.

"Errei, acabo de descobrir que Jenson nunca me seguiu. Não o culpem. Preciso entrar mais no Twitter", disse.

Hamilton, que vai trocar a McLaren pela Mercedes ao final da temporada, foi superado por Button no GP do Japão, no domingo.

Os dois pilotos, ambos britânicos e ex-campeões mundiais, sempre parecerem compartilhar uma boa relação como companheiros de equipe na McLaren, mas já tiveram um desentendimento recente pelo Twitter.

Hamilton, que é um entusiasta do site de microblogs, publicou fotos de dados confidenciais da McLaren para seus quase 1 milhão de seguidores, durante o GP da Bélgica, no mês passado.

Button disse que ficou "decepcionado" com a atitude de Hamilton.

Hamilton será substituído na McLaren pelo mexicano Sérgio Perez na próxima temporada.

O britânico deixou Suzuka acusando Perez, da Sauber, de pilotar como um "louco", depois que os dois abandonaram a corrida de domingo em consequência de uma batida do mexicano na McLaren de Hamilton.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br