Lewis Hamilton faz a pole,mas novo formato de treino só decepcionou

Novo formato de treino frustra circo da F1

A principal expectativa deste sábado na Fórmula 1  girava em torno de saber se o novo formato do treino classificatório estilo eliminação (knockout) funcionaria. Quando o primeiro Q1 da temporada começou, em Melbourne, Austrália, todos os pilotos saíram da pista ao mesmo tempo, fazendo parecer uma minicorrida. A euforia tomou conta dos fãs nas redes sociais e, ao que tudo indicava, os chefes da F1 tinham acertado em mudar a classificação.

Ao chegar no Q2, a coisa começou a desandar, com alguns pilotos permanecendo nos boxes (e sendo eliminados ali mesmo) por não ter mais pneus disponíveis (ou por querer poupar os que tinham) - a ideia de um novo formato já não parecia tão boa. No Q3, um desastre completo: diversos pilotos sequer saíram dos boxes, além de o público assistir um Hamilton cravar a pole e ir se pesar faltando ainda cerca de três minutos para o fim da sessão - definitivamente um anticlímax para quem estava empolgado com o formato e, principalmente, para os fãs que pagaram por ingressos em Albert Park.

Com isso, as opiniões de que o novo treino decepcionou foram unânimes, desde chefes a pilotos da F1 que não pouparam críticas. Uma reunião, inclusive, deve ser realizada ainda neste domingo para discutir e, possivelmente, mudar novamente o formato do treino.

Hamilton começa a temporada com a pole
Hamilton começa a temporada com a pole

Fonte: Globo Esporte