Herói tricolor nos anos 70 diz que Flu será "tricampeão’

De Santa Catarina, Mickey pede que CBF reconheça Taça de Prata como Brasileiro.

Quem chega ao estádio das Laranjeiras, vê pintado no alto da arquibancada: Fluminense bicampeão Brasileiro 1970-1984. Contudo, ?legalmente? o Tricolor das Laranjeiras tem apenas um título do Nacional. O que revolta o herói do título de 40 anos atrás, que concedeu entrevista ao R7.

Talismã daquela equipe, o atacante Mickey saiu do banco de reservas para, no quadrangular final, herdar a vaga de titular e marcar um gol em cada jogo, levando o Flu ao troféu. Porém, da Taça de Prata, como era chamada a competição na época.

- Se o Fluminense vencer esse Brasileirão, vou considerá-lo tricampeão. No mês passado estive nas Laranjeiras para receber homenagem ao lado de outros integrantes daquele time. Todos consideram o Flu campeão do Brasileiro de 1970.

O formato da Taça de Prata foi repetido no ano seguinte, quando o nome do torneio mudou e foi lançado, oficialmente, o ?Campeonato Brasileiro?. Porém, a CBF reconhece o Atlético-MG como primeiro ?campeão brasileiro?, sendo o vencedor de 1971.

- Eram os mesmos clubes, a mesma coisa. A CBF deveria reconhecer isso, nada mais justo. Aquele título foi ganho com muita dedicação, sacrifício. Me considero campeão Brasileiro de 1970.

Por sinal, para chegar à conquista, o Tricolor dependeu muito dos gols de Mickey. Reserva de Flávio durante boa parte da competição, virou titular graças a problema muscular do camisa 9 e não decepcionou.

Em quadrangular contra o Palmeiras, Cruzeiro e Atlético-MG, deu a vitória ao Fluminense nos dois primeiros jogos ? 1 a 0 em ambos ? e anotou no empate por 1 a 1 diante do Atlético-MG, que deu o título. Na comemoração de seus gols, sempre erguia os dois braços e fazia o sinal de ?paz e amor? em cada mão.

- Sempre que eu entrava, dava conta do recado. Treinava muito bem e estava sempre bem preparado. Eu era o famoso ?pé de coelho?. Não tive dificuldades para substituir o Flávio e fazer os gols.

Aos 62 anos, Mickey mora em Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Mesmo longe do Rio de Janeiro, acompanha pela televisão todos os jogos do Fluminense ao lado da família e aposta no título de 2010. E com gol de Washington ou Fred, de preferência.

- Aqui em casa todo mundo é tricolor. É um sofrimento danado em dia de jogo. Vai ser assim nas próximas duas rodadas. Mas confio no título. E espero que seja com gol de Washington ou Fred. O primeiro merece muito, é guerreiro e tem estrela. Já o segundo é um fora de série, craque.

Recentemente, o Fluminense, ao lado de outros clubes que ostentam títulos de 1959 a 1970, enviou ofício pedindo o reconhecimento das conquistas à CBF. A entidade prometeu analisar e pode reescrever a história do futebol nacional, com o Campeonato Brasileiro tendo início no fim da década de 1950.

Fonte: R7, www.r7.com