Dúvida do Santos contra o Palmeiras, Neymar nunca perdeu jogos por lesão

Dúvida para clássico com o Palmeiras, astro é letal em mata-matas: jogou 47 dos 50 jogos decisivos do Peixe desde 2009 e fez 36 gols

Neymar é privilegiado geneticamente. A afirmação de membros da comissão técnica do Santos se confirma com o histórico do jogador: em mais de quatro anos como profissional (estreou em março de 2009), ele nunca ficou fora de partidas pelo Peixe por lesões musculares. A única vez que um problema o tirou de um mata-mata foi em 2010, quando ele, ao cair, colocou o dedo no próprio olho direito, na primeira final do Paulistão, contra o Santo André, e sofreu uma lesão no globo ocular. Por isso, foi desfalque no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

Baseada nisso, a torcida do Peixe pode ter mais confiança na presença do camisa 11 diante do Palmeiras, no clássico deste sábado, às 16h15m (horário de Brasília), na Vila Belmiro, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Dúvida após sentir uma fisgada na coxa esquerda, no fim do amistoso da Seleção contra o Chile, quarta-feira passada, no Mineirão, ele iniciou tratamento na última quinta-feira, quando ficou até tarde no Cepraf do CT Rei Pelé.

Se depender da genética e vontade do "Homem de Ferro" da Vila Belmiro, o Santos contará com seu astro nas quartas de final. Pior para o Palmeiras, que pode ter pela frente uma verdadeira arma letal em mata-mata.

Desde 2009, quando Neymar foi promovido, o Peixe disputou 50 jogos de mata-mata, 47 deles com o seu astro, que marcou 36 gols nessas partidas. O atacante venceu seis dos dez torneios com esse sistema de disputa. As eliminações foram no Paulistão e na Copa do Brasil de 2009, quando ainda era uma promessa, no Mundial de Clubes, em 2011, diante do Barcelona, e na Taça Libertadores do ano passado, diante do Corinthians, nas semifinais.

Além do problema no olho direito, as outras duas ausências em jogos de mata-mata se deram por suspensão e opção técnica (veja abaixo).

Apesar de Neymar sentir dores, não foi detectada lesão de gravidade no músculo posterior da coxa esquerda, segundo o departamento médico santista. Depois de fazer tratamento em dois períodos, ele fará um teste no vestiário antes do clássico para saber se poderá atuar no sábado.

Confira o desempenho de Neymar em todos os mata-matas da carreira

2009

Paulistão: 4 jogos - 1 gol

Copa do Brasil*: 3 jogos - 1 gol

2010

Paulistão: 4 jogos - 4 gols

Copa do Brasil **: 8 jogos - 11 gols (foi artilheiro da competição)

2011

Paulistão: 4 jogos - 2 gols

Libertadores: 8 jogos - 3 gols

Mundial de Clubes: 2 jogos - 1 gol

2012

Paulistão: 4 jogos - 8 gols

Libertadores: 6 jogos - 3 gols

Recopa Sul-Americana: 2 jogos - 1 gol

2013

Copa do Brasil: 2 jogos - 1 gol

Motivos das ausências

* Não participou de Rio Branco-AC 1 x 2 Santos, no dia 18 de fevereiro, pois só estreou pelo profissional no dia 7 de março

** Foi poupado de Guarani 3 x 2 Santos, no dia 21 de abril, pelo jogo de volta da segunda fase. Após a goleada por 8 a 1 no jogo de ida, o técnico Dorival Júnior resolveu dar descanso aos titulares. Não participou de Atlético-MG 3 x 2 Santos, no dia 28 de abril, pelas quartas de final, pois sofreu uma lesão no olho direito, na primeira final do Paulistão, diante do Santo André. Não enfrentou o Grêmio, na derrota por 4 a 3, do dia 12 de maio, nas semifinais, pois estava suspenso.

Fonte: GloboEsporte