Hostilizado, Ronaldinho deixa casa noturna escoltado

O jogador, que retornou à capital catarinense durante o final da tarde

A relação de Ronaldinho com a torcida do Grêmio esquentou depois do anúncio da desistência do negócio por parte do time gaúcho. Depois do protesto em frente ao Estádio Olímpico, um grupo de gremistas hostilizou o craque na noite deste sábado em uma casa noturna da cidade de Florianópolis, em Santa Catarina.

O jogador, que retornou à capital catarinense durante o final da tarde, foi chamado de "traíra" por um grupo de torcedores, que exigiu a expulsão do atleta do local. O jogador, evitando uma confusão de proporções maiores, deixou a casa escoltado.

O ex-meia do Milan permanece em Florianópolis e acompanha esta noite o show da cantora Amy Winehouse. O atleta chegou ao local do show com dois amigos e entrou pela porta dos fundos, evitando qualquer tipo de contato visual.

Dentro da casa de shows, Ronaldinho permanece em um camarote no último andar, no qual está o ex-jogador Raí e a cantora Maria Gadú. O atleta prestigiará a apresentação da britânica e deve deixar Florianópolis neste domingo.

Fonte: Terra, www.terra.com.br