Ídolo do UFC, veterano revela que perdeu o tesão de lutar MMA

Ex-campeão do UFC afirmou que não se vê competindo mais em alto nível no UFC

A hora de parar é o momento mais difícil da carreira de um lutador, ainda mais para um ex-campeão. Vindo de duas derrotas seguidas e de um período de treze meses afastado do octógono, Matt Hughes, enfim, chegou à conclusão de que não tem a mesma vontade de competir.


Ídolo do UFC, veterano revela que perdeu o tesão de lutar MMA

Mas, para isso, o americano também precisou de um empurrãozinho do chefão Dana White e de sua esposa, pessoas que acompanharam de perto a queda de rendimento do lutador que já reinou por anos entre os meio-médios (77 kg) do UFC.

- Faz mais de um ano desde que eu não luto, e eu fiquei um bom tempo com a minha família criando meus filhos. Com esse tempo em casa, com a família, eu meio que perdi o desejo de competir. Não estou aposentado, ainda, mas está parece que é o que está perto de acontecer.

A sincera entrevista foi concedida ao programa americano "The MMA Hour", quando Hughes deu a entender que pretende fazer uma luta de despedida, o que renderia ainda um bom dinheiro também ao UFC.

Mas, de acordo com o atleta, o próprio Dana White, presidente da organização, parece ter se declarado contra, uma vez que Hughes não precisaria provar mais nada em sua carreira, que já conta com 45 vitórias e apenas nove derrotas.

- Conversamos e ele disse que eu não tenho mais nada para provar. Eu ainda acho que poderíamos fazer algum dinheiro comigo, mas ele está olhando além do lado financeiro. Vê-lo falando como um pai, e não como um homem de negócios, fica claro que as coisas não estão como antigamente.

Fonte: r7