Impecável no saque, Del Potro massacra Nadal e chega à final

Lesão no abdômen não deixou espanhol executar o serviço com potência

Aproveitando-se do deficiente serviço de Rafael Nadal, que sofre com uma lesão no abdômen, o argentino fez a diferença com belos - e potentes - saques, aproveitou as chances que teve e chegou à vitória por 6/2, 6/2 e 6/2, na tarde deste domingo, em Flushing Meadows.

Ao alcançar a decisão do US Open, Del Potro, número 6 do mundo, se torna o sexto argentino a chegar a uma final em um torneio deste porte. Os outros foram Guillermo Vilas, Guillermo Coria, Gastón Gaudio, Mariano Puerta e David Nalbandian. Ele agora espera o jogo entre Roger Federer e Novak Djokovic para conhecer seu adversário na luta pelo troféu. Desde o primeiro set, ficou claro que o problema no abdômen não deixou Nadal sacar com toda sua potência.

O espanhol acertou 85% de seus primeiros saque, mas seus serviços não tinham a força costumeira - o mais rápido deles foi a 191km/h, contra 215km do argentino. As trocas de bola foram equilibradas, mas Del Potro fez a diferença no saque e salvou break points no terceiro e no sétimo games. O argentino também esteve melhor nas devoluções. Nadal se salvou de dois break points no segundo game, mas não resistiu no quarto e no oitavo games. Em um set mais equilibrado do que a parcial indicou, Del Potro levou a melhor por 6/2. O segundo set, a história foi parecida.

Nadal conseguiu chances de quebra no 1º e no 5º games, mas o argentino se salvou com eficiência. O espanhol, por sua vez, foi ameaçado novamente no quarto game. Em uma tentativa de forçar o segundo saque, cometeu uma dupla falta e cedeu a quebra. Do mesmo jeito que no primeiro set, Del Potro quebrou o serviço de Nadal pela segunda vez no oitavo game e selou a parcial em 6/2.

Por mais que se esforçasse e equilibrasse as trocas de bola do fundo de quadra, Nadal não conseguia sacar com potência suficiente para incomodar o adversário. Del Potro, por sua vez, estava mais à vontade ainda em quadra e quebrou o serviço do espanhol logo no segundo game. O argentino seguiu impecável e, mais uma vez, garantiu a vitória no oitavo game.

Fonte: Globo Esporte