Imprensa da Espanha define Santos como time "frágil" e destaca desempenho do atacante Neymar

Imprensa da Espanha define Santos como time "frágil" e destaca desempenho do atacante Neymar

Imprensa da Espanha define Santos como "frágil" e destaca Neymar

Um time "frágil" e que passou "uma imagem paupérrima". Assim os principais jornais esportivos espanhóis definiram o Santos após a goleada por 8 a 0 dessa sexta-feira. A vitória incontestável de um Barcelona de técnico novo e em início de temporada animou a imprensa espanhola, que deu ainda bastante destaque à estreia de Neymar no Camp Nou.

"O Barcelona deixou claro em sua estreia diante da torcida que continua sendo um time com fome, fiel ao seu estilo. Passou por cima do Santos como havia feito no Mundialito em 2011, em Yokohama", escreveu o Mundo Deportivo, afirmando ainda que o "escandaloso" placar de 8 a 0 fez o time brasileiro passar uma "imagem pobre". E mesmo a ausência de gols de Neymar parece não ter sido sentida, já que o periódico destacou em chamada que o craque "é a peça que faltava" ao time.

Para o Marca, a edição do Troféu Joan Gamper deste ano foi uma festa às custas do Santos, "que não foi um rival" para o Barcelona. A publicação destacou a boa estreia de Tata Martino no comando técnico do clube catalão, ainda que o jogo "não tenha passado de uma festa de verão". Sobre Neymar, o Marca citou os dezessete minutos em que o brasileiro esteve em campo com Lionel Messi no segundo tempo, definindo como a primeira "conexão entre o gênio de sempre e o mago que chega".

Principal jornal da Espanha, o El País definiu o jogo como "Um mambo para animar". A publicação deu mais destaque a Messi do que a Neymar, "que esteve mais interessado em passar a bola do que concluir, em passar boa impressão do que ser o protagonista".

Já o As afirmou que "na grande festa do Barcelona, só faltou o gol de Neymar". E foi duro na crítica: "Neymar teve a delicadeza de se dedicar às assistências e não participar do massacre de uma equipe que deixou uma imagem paupérrima. Evidentemente, Neymar tinha que sair dali o quanto antes."

Fonte: msn