Entradas para treino aberto do Brasil somem

Torcedores sul-africanos dizem que foram a postos de distribuição e nada conseguiram. Polícia alega que entradas já acabaram

Os ingressos para o treino aberto da seleção brasileira em Soweto viraram item raro no distrito sul-africano. Com a promessa de serem distribuídos gratuitamente a moradores da região em postos médicos, escolas e em delegacias, os 10 mil bilhetes, aparentemente, sumiram. Desde às 11h da manhã (5h de Brasília), torcedores chegam ao estádio de Dobsonville procurando por entradas.

A polícia sul-africana, porém, alega que os ingressos já acabaram e que, como anunciado anteriormente, não haveria distribuição no local. Porém, torcedores rebatem e dizem que foram buscar os bilhetes nos postos nos horários anunciados e nada conseguiram. Na delegacia de Dobsonville, um dos pontos de entrega, policiais falaram que os ingressos já havia sido distribuídos às 9h. Mas, do lado de fora, sul-africanos disseram o contrário. Don Mthebe, por exemplo, diz que não houve qualquer atendimento.

- Estou aqui desde 7h30m, não houve entrega. No caminho para o estádio, a equipe do GLOBOESPORTE.COM foi parada por um policial, que perguntou para onde ela estava se dirigindo. Depois da resposta que o destino era o treino da seleção, ele disse. - Brasileiros!

Eu também vou ao treino do Brasil - completou, mostrando um ingresso para o treino. Um grupo de 100 crianças também chegou ao local, todas sem ingresso. Elas, porém, estavam animadas e, além do som de suas vuvuzelas, gritavam por Kaká e cobravam a presença de Ronaldinho Gaúcho, não convocado. No estádio, um forte esquema de segurança está sendo montado.

A oficial de polícia Mashiane Oniccah, além de garantir que os ingressos foram, sim, distribuídos a moradores de Soweto, detalhou como será o efetivo para o treino da seleção. - Esperamos dez mil pessoas, e já temos 100 policiais aqui. Não sei quantos ainda chegarão, mas teremos reforços de pessoal. O objetivo é evitar confusão no estádio - disse Oniccah, pouco antes de o estádio ser evacuado para que fosse feita uma varredura preventiva para procurar possíveis explosivos.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com