Insatisfeito, Real Madrid cogita liberar o meia Kaká de graça

Insatisfeito, Real Madrid cogita liberar o meia Kaká de graça

No último fim de semana, o meia brasileiro entrou no segundo tempo e recebeu o cartão vermelho

Contratado pelo Real Madrid por 65 milhões de euros (aproximadamente R$ 177,4 milhões) em 2009, o meio-campista Kaká pode deixar o time espanhol de graça na próxima janela de transferências do futebol europeu. Insatisfeito com o desempenho do atleta brasileiro, o clube presidido por Florentino Pérez pretende liberar o camisa oito mesmo se as propostas não forem vantajosas economicamente, publicou o jornal Mundo Deportivo na edição desta terça-feira.

O principal fator para o Real Madrid liberar Kaká é o salário do atleta, que seria de 12 milhões de euros (cerca de R$ 32,7 milhões) livre de impostos por temporada. O clube espanhol acredita que com a saída do brasileiro, novos investimentos seriam facilitados, já que o valor dos vencimentos seria poupado.

Eleito melhor jogador do mundo pela Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) e ganhador da Bola de Ouro da revista France Football em 2007, Kaká chegou ao Real Madrid para ser um dos líder da equipe. No entanto, o meio-campista não apresentou o mesmo desempenho dos tempos de Milan e acabou perdendo espaço com o treinador português José Mourinho.

Nesta temporada, o atleta nacional entrou em campo em sete oportunidades pelo Campeonato Espanhol e não marcou nenhum gol. O limite para os dirigentes do Real Madrid teria sido a expulsão do atleta na partida contra o Osasuna, no último sábado, quando Kaká permaneceu 18 minutos em campo antes de ser expulso.

Fonte: IG