Inter aposta em garotos para tentar bi mundial em 2010

Giuliano, Leandro Damião e Oscar comandam nova geração e sonham imitar Alexandre Pato.

Não há muita coisa em comum entre o elenco do Internacional que estreará nesta terça-feira (14), no Mundial de Clubes da Fifa, diante do Mazembe, do Congo, com aquele que pintou o mundo de vermelho em 2006, ao bater o poderoso Barcelona com um gol de Adriano Gabiru.

Naquela ocasião, o técnico Abel Braga resolveu apostar em um grupo recheado de jogadores experientes, como o goleiro Clemer, os zagueiros Fabiano Eller e Índio, o volante Perdigão e os atacantes Iarley e Fernandão, deixando a correria e a juventude a cargo dos atacantes Alexandre Pato, hoje craque do Milan, e Luiz Adriano, uma espécie de 12º jogador.

Hoje, o Colorado de Celso Roth tem como principal característica a juventude. Os únicos remanescentes do grupo campeão são o goleiro Renan, reserva de Clemer à época, e o zagueiro Índio, ainda sinônimo de segurança na defesa gaúcha.

Os candidatos a suceder Alexandre Pato têm a fila puxada por Leandro Damião. O jovem atacante não é titular absoluto da equipe, que costuma jogar com Alecsandro e Rafael Sobis como referências, mas marcou gols importantes na caminhada ao bi da Libertadores (inclusive na final, contra o Chivas), e é uma das maiores esperanças da torcida.

Também fazem parte do grupo das novas promessas os meias Giuliano, eleito craque da Libertadores de 2010, e Oscar, que foi tratado como joia no Morumbi, até deixar o clube pela porta dos fundos para atuar no Inter. Ambos são importantes peças de apoio para o argentino D?Alessandro.

Menos badalados, os zagueiros Juan (19 anos) e Ronaldo (20), além do lateral Daniel, também de 20 anos, rejuvenescem o grupo que buscará a taça e é capitaneado pelo talentoso argentino D?Alessandro, principal cérebro do meio-campo colorado, papel que em 2006 era exercido por Alex, hoje no futebol russo.

O provável Internacional para a estreia nesta terça-feira terá a seguinte formação: Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Wilson Matias, Guiñazu, Tinga e D?Alessandro; Rafael Sobis e Alecsandro.

Fonte: R7, www.r7.com