Internacional vence clássico e vai à Libertadores 2012

Internacional vence clássico e vai à Libertadores 2012

D"Alessandro marcou, de pênalti, o gol da classificação colorada à Libertadores

O Internacional sofreu e chegou a ver a trave salvando o goleiro Muriel em duas ocasiões, mas conseguiu a vaga na Copa Libertadores da América de 2012. Neste domingo, o clube colorado contou com a torcida a favor no Estádio Beira-Rio para vencer o clássico com arquirrival Grêmio por 1 a 0, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, e terminou a competição no limite da zona de classificação para o torneio continental.

Depois de um primeiro tempo equilibrado e de uma segunda etapa que começou com uma bola do Grêmio na trave, o Inter conseguiu garantir a vaga para a Libertadores de 2012 graças à dupla de meias, Oscar e Andrés D"Alessandro. O primeiro sofreu pênalti de Fábio Rochemback, e o segundo bateu com perfeição, tirando de Victor e assegurando o triunfo dos mandantes no Beira-Rio.

A vitória no Gre-Nal deste domingo deixou o Internacional com 60 pontos ganhos e com a quinta e última vaga para o principal torneio continental de 2012. O clube colorado, que havia começado a rodada no sexto lugar da tabela, ainda contou com um tropeço do Coritiba, quinto colocado, que perdeu o clássico paranaense por 1 a 0 para o Atlético-PR. Já o Grêmio disse adeus ao Brasileiro com 48 pontos, no 12º lugar e com a vaga na Sul-Americana.

Bombardeio colorado:

Atuando em casa e precisando da vitória para seguir sonhando com a Libertadores, o Internacional começou bastante ofensivo a partida no Beira-Rio. A equipe de Dorival Júnior teve mais posse de bola ofensiva que o rival nos 45 minutos iniciais de partida, mas encontrou um problema para invadir a área gremista e conseguiu dar poucas finalizações. Nada, porém, que desse pouco trabalho para Victor.

O arqueiro gremista, aliás, foi importantíssimo para que o primeiro tempo terminasse empatado sem gols. Diante do "bombardeio" colorado na área do adversário tricolor, Victor foi bastante acionado evitando cruzamentos fechados - especialmente os do meia argentino D"Alessandro, que inevitavelmente terminariam com a bola nas redes - ou defendendo bolas desviadas de cabeça.

Enquanto isso, o Grêmio tentava chegar ao gol principalmente a partir de chutes de fora da área, mas sem grande trabalho para o goleiro Muriel. O melhor momento dos visitantes no Beira-Rio foi aos 39min, quando Marquinhos cobrou falta fechada da esquerda, a defesa do Inter tentou cortar e a bola explodiu na trave.

Susto e vaga:

O Grêmio voltou melhor para o segundo tempo e, em menos de dez minutos, levou perigo por duas vezes ao gol colorado: na primeira, Marquinhos bateu colocado e Muriel espalmou para a escanteio. Douglas executou a cobrança, e a bola viajou por toda a pequena área até bater na trave e dar um susto na torcida. A resposta dos anfitriões veio aos 11min, com um chute perigoso de D"Alessandro, que foi no lado externo da rede de Victor.

A jogada acordou ao Inter, que precisou de mais cinco minutos para abrir o marcador no Beira-Rio. Oscar invadiu a área pela esquerda do ataque colorado e, ao tentar fazer o drible, foi derrubado por Fábio Rochemback. O árbitro Leandro Pedro Vuaden assinalou pênalti, cobrado rasteiro por D"Alessandro, no canto de Victor - que acertou o canto da cobrança, mas não alcançou a bola.

Embalado, o Inter ainda teve duas grandes oportunidades para ampliar o marcador e sacramentar a vitória com mais tranquilidade, mas não conseguiu passar por Victor: primeiro com Leandro Damião, com um chute rasteiro aos 25min, e depois com Gilberto, aos 27min, que ficou cara a cara com o camisa 1 tricolor, mas chutou fraco.

Mesmo assim, o Internacional se segurou no restante da etapa final. Inclusive aos 46min, quando até o goleiro Victor foi para a área colorada para tentar a cabeçada. Rodrigo Moledo salvou a jogada e inflamou ainda mais a torcida vermelha, que festejou a classificação continental sobre o arquirrival.

Encerrada a 38ª e decisiva rodada, o Campeonato Brasileiro chegou ao fim neste domingo com o Corinthians ficando com o título e classificado à Copa Libertadores, assim como Fluminense, Flamengo e Internacional, além de Vasco (campeão da Copa do Brasil) e Santos (vencedor do torneio continental).

Já América-MG, Atlético-PR, Avaí e Ceará acabaram rebaixados para a Série B de 2012. Inter e Grêmio, agora, entram em férias e retornam à ativa na próxima temporada, iniciada pela disputa do Campeonato Gaúcho para os dois clubes.

Fonte: Terra, www.terra.com.br