Interesse em Rabiot estremece relação entre PSG e Barça

PSG veta presença de executivo em evento do Barcelona.

A tentativa do Barcelona de contratar o meia Rabiot, que também buscou forçar sua saída do Paris Saint-Germain, levou a uma crise entre os dois gigantes europeus. É o que aponta nesta quinta-feira o jornal "L'Equipe", que afirma que o clube francês vetou a participação de um executivo em um evento no Camp Nou - escancarando uma má relação com os catalães.

De acordo com a publicação, o motivo da mágo do PSG foi o assédio do Barça ao meia Rabiot - que tornou-se alvo do clube catalão na última janela de transferências. Os franceses acreditam que os catalães motivaram o jogador a forçar uma saída do clube de Paris, negando propostas de renovação contratual por quatro vezes.

Além disso, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, teria ficado irritado com o mandatário do Barça, Josep Maria Bartomeu, por conta de uma declaração em que indicava estar contente pelas investigações sobre os parisienses no Fair Play Financeiro da Uefa.

Neste cenário, Khelaifi teria vetado que o executivo Adrien Tarascon, responsável por estatísticas do clube francês, fosse ao Simpósio de Tecnologia Esportiva - que será realizado no Camp Nou no mês de novembro. O gesto seria simbólico dentro da crise de relacionamento entre as equipes - que protagonizaram a maior transferência da história com a saída de Neymar do Barça para o PSG por € 222 milhões, há pouco mais de um ano.

 (Crédito: Rabiot tentou forçar saída do PSG para o Barça )
Rabiot tentou forçar saída do PSG para o Barça (Crédito: Reuters)

Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com