Invasão argentina para estreia rende R$ 111 milhões ao Rio

Invasão argentina para estreia rende R$ 111 milhões ao Rio

Secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Magnavita comemorou os números expressivos pelo deslocamento dos hermanos

A invasão de 50 mil argentinos ao Rio de Janeiro para a partida de estreia vencida por Messi e seus companheiros por 2 a 1 sobre a Bósnia, no último domingo, no Maracanã, rendeu 50 milhões de dólares (pouco mais de R$ 111 milhões) ao estado apenas nos últimos três dias.

Secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Magnavita comemorou os números expressivos pelo deslocamento dos hermanos fanáticos por sua seleção.

"É algo extraordinário. Temos em torno de 50 mil argentinos no Rio de Janeiro com um gasto médio de mil dólares cada em três dias. Isso nos deixa a conta de pelo menos 50 milhões de dólares em uma passagem curta e nos traz prognósticos ainda melhores para a sequência da Copa do Mundo", afirmou.

O Secretário de Turismo foi ao Maracanã vestido com uma camisa da Argentina para funcionar como um autêntico torcedor e diagnosticar possíveis problemas. A aprovação foi quase completa. A ressalva ficou por conta das lanchonetes e bares do estádio.

"Não houve padrão Fifa nas lanchonetes do Maracanã. Tivemos problemas em fornos e muitas filas. A vigilância sanitária ajudou a resolver possíveis outros casos desagradáveis e impediu que alimentos frios fossem comercializados apesar das filas. Creio que passamos com louvor no teste", encerrou.

Fonte: UOL