Investidor ajuda e São Paulo deve anunciar Ganso nesta quinta

Torcedor do Inter, Delcir Sonda ajudará o São Paulo a comprar o meia PH Ganso.

A novela envolvendo a saída do meia Paulo Henrique Ganso deve chegar ao fim nesta quinta-feira. Isso porque o São Paulo ganhou um reforço de peso para pagar os R$ 23,8 milhões, valor proporcional aos 45% dos direitos econômicos do atleta a que o Santos tem direito.

Após a investida do Grêmio, que está disposto a pagar o montante, Delcir Sonda, mandatário da DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, vai atender a um pedido do clube do Morumbi e ajudará os são-paulinos na compra de Ganso.

Por conta disso, o São Paulo espera anunciar a contratação do meia nesta quinta. A divisão do montante é mantida em sigilo pelas duas partes, porém, o valor chegará aos R$ 23 milhões pedidos pelo Santos.

Um dos motivos que incentivou Delcir Sonda a ajudar o São Paulo na negociação é o fato dele ser torcedor fanático do Internacional, arquirrival do Grêmio. O investidor tem uma parceria com o Colorado, e já colocou no clube jogadores como o argentino D´Alessandro e o lateral esquerdo Kleber.

Além de Delcir Sonda, o São Paulo também contou com o lobby do próprio Paulo Henrique Ganso, que fez questão de sinalizar sua preferência pelo clube do Morumbi para todos os envolvidos na transação.

A promessa do São Paulo de reservar a camisa 8, que foi de Kaká, é um dos motivos que cativou o meia santista. A atitude foi interpretada pelo craque como uma demonstração de que ele será bem tratado no novo clube. Além disso, Ganso considera que terá mais visibilidade no Morumbi para voltar à seleção brasileira.


Investidor ajuda e São Paulo deve anunciar Ganso nesta quinta

Depois de declarar que só venderia Ganso pelo valor integral da multa ? R$ 53 milhões ? o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, admitiu pela primeira vez nesta quarta-feira, que aceita negociar o atleta pelo valor proporcional aos 45% de Ganso.

"Nem adianta o São Paulo apresentar uma proposta se for inferior aos R$ 23,8 milhões. Vão gastar tinta e papel. Esse é o número para o Ganso sair do Santos. O assunto já encheu, é difícil ficar cuidando só disso na vida. Tenho um monte de outras coisas importantes para tratar", declarou o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro para a Rádio Globo.

Fonte: UOL