Ipatinga bate o Vasco por 3 a 1 e deixa a lanterna do Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Vasco recebe o Figueirense em São Januário

Em um duelo direto na briga contra o rebaixamento, o Ipatinga bateu o Vasco por 3 a 1 e deixou a lanterna do Campeonato Brasileiro. Com boa atua??o de seus atacantes e do lateral Rodriguinho, o time mineiro chegou aos 27 pontos e subiu para a 17? posi??o do torneio. Com a derrota, a equipe cruzmaltina cai para a 18? coloca??o e pode acabar a rodada na ?ltima posi??o, dependendo dos resultados do Fluminense e da Portuguesa.

Na pr?xima rodada, o Vasco recebe o Figueirense em S?o Janu?rio. As duas equipes brigam para n?o cair e o jogo pode ser decisivo para a manuten??o de um dos dois clubes na elite nacional. Por sua vez, o Ipatinga recebe o S?o Paulo, que ainda briga pelo t?tulo Brasileiro.

Para o torcedor vasca?no, que esperava que o time fosse para cima do at? ent?o lanterna do campeonato, o jogo come?ou de forma decepcionante. Sem nenhuma criatividade no meio-campo, a equipe esbarrava na forte marca??o do Ipatinga e n?o conseguia criar nenhuma jogada de perigo.

Do lado mineiro, a ordem era explorar as jogadas laterais. Por isso, n?o foi surpresa que o primeiro chute a gol tenha sido do lateral-direito M?rcio Gabriel, aos 13m do primeiro tempo. Por?m, a bola passou sem perigo para o gol de Tiago. Se por um lado n?o deu certo, o Ipatinga resolveu tentar pelo outro. E a? teve mais sorte. Aos 17m, Leandro Salino recebeu na grande ?rea, Eduardo Luiz n?o conseguiu acompanhar o atacante, que chutou para defesa de Tiago. O rebote sobrou nos p?s do pr?prio Salino que tocou para o lateral-esquerdo Rodriguinho bater forte e abrir o marcador.

O gol mexeu com o time vasca?no que passou a buscar mais o ataque. Por?m, sem criatividade, o time pouco amea?ava o gol mineiro. Na primeira jogada de perigo, Madson, aos 26, cobrou falta para a pequena ?rea, mas Charles rifou a bola para fora. Aos 29, Jorge Luiz se aventurou ao ataque e fez boa tabela com Edmundo. Contudo, o zagueiro se enrolou com a bola e perdeu a chance.

Em vantagem no marcador, o Ipatinga passou a cadenciar mais o jogo e explorar os contra-ataques, principalmente pela esquerda, j? que o lateral Baiano, visivelmente fora de forma, n?o conseguia acompanhar as r?pidas triangula?es dos jogadores do Tigre. Em um desses lances, aos 34m, Rodriguinho cobrou falta para a grande ?rea, a zaga vasca?na cochilou e Ade?lson subiu sozinho para cabecear para fora.

Precisando da vit?ria, o Vasco voltou com outra postura e outra t?tica para o segundo tempo. Baiano e Fernando sa?ram para a entrada de Eduardo e Pedrinho. Com isso o time passou a jogar com apenas dois zagueiros, em vez de tr?s.

Apesar da mudan?a t?tica vasca?na, quem come?ou melhor foi o Ipatinga. Aos 2m, Luciano Mand? faz boa jogada pela direita e assustou o goleiro Tiago. Logo em seguida, aos 3, Ade?lson ganhou de Eduardo Luiz na corrida, dentro da grande ?rea. O atacante caiu e pediu p?nalti, mas o ?rbitro entendeu que n?o aconteceu nada. Aos 5m, mais uma jogada de perigo do Tigre. Charles invadiu pela direita e chutou pelo alto. F?bio defendeu parcialmente, e Jorge Luiz teve que tirar a bola quase em cima da linha do gol.

Aos 8m, finalmente o Vasco acordou. Leandro Amaral recebeu no meio, tocou para Edmundo na direita, e o Animal chutou forte, sem chances para o goleiro do Ipatinga, empatando a partida. O gol animou os cariocas que foram para cima, em busca da virada. Aos 11m, Leandro fez boa jogada na direita, a bola sobrou para Madson, que chutou de fora da ?rea, sem perigo para a meta mineira. Aos 12m, Edmundo cruzou para Pedrinho que cabeceou bem, mas Fernando estava atento e impediu o gol.

Fonte: Globo Esporte