Irmãos russos dormem no Gigante de Arroyito para ver Argentina x Brasil

Andrei e Denis Michine estão viajando pela América do Sul há dois meses.

Andrei e Denis Michine estão viajando pela América do Sul há dois meses. Resolveram então parar em Rosário para ver a partida das eliminatórias

Os irmãos russos estão acampados em frente ao estádio em Rosário para ver o clássico Os irmãos Andrei e Denis Michine deixaram a cidade de Irktsk, na Rússia, há dois meses para conhecerem a América do Sul. E a aventura da vez é em Rosário, local da partida de sábado, entre Argentina e Brasil, pelas eliminatórias da Copa do Mundo. A dupla está na fila para comprar ingressos desde o último domingo.

Alojados em uma barraca que mal cabe uma pessoa, os irmãos Michine não parecem incomodados com a falta de conforto. Na verdade estão achando tudo ótimo. Filhos de um empresário da construção civil na Rússia, Andrei, 26 anos, e Denis, 18, não querem dizer por qual seleção vão torcer. Dizem apenas que são fanáticos por futebol.

- Quem ganhar está bom. Somos fãs do bom futebol. E será uma grande partida para assistirmos ? declarou Andrei, enquanto seu irmão dormia na barraca.

Minutos depois, porém, ele foi acabar com o descanso do irmão. E esbanjando bom humor, Denis saiu da barraca sorrindo e dizendo que estava adorando a aventura.

- Estamos desde domingo aqui para conseguir um ingresso. Estamos gostando muito dessa viagem ? comentou o jovem Denis.

Depois de pouco mais de 24 horas na fila, os irmãos Michine são donos dos primeiros lugares da fila. Só perdem para um grupo de Buenos Aires e para uma família de Rosário, formada por Carla Sayago, Evita Lezcano, Mariana Brancesco e Matías Brancesco, que estão desde sexta-feira em frente às bilheterias.

- Quem eu mais quero ver é o Tevez, mas também admiro muito o Kaká ? comentou Carla Sayago, torcedora do Boca Juniors, clube que revelou o atacante argentino.

As entradas para o clássico sul-americano entre Argentina e Brasil começaram a ser comercializadas na próxima quarta-feira, a partir das 9h.

Fonte: AE