Irônico, presidente do Corinthians diz que Fielzão é "um sonho"

Irônico, presidente do Corinthians diz que Fielzão é "um sonho"

Andrés Sanchez afirmou estar cobrando os envolvidos para estádio sair do papel

Pressão da Fifa, presidente da CBF dizendo que conta com o local para a Copa das Confederações de 2013, brincadeiras dos torcedores rivais, descrentes de que a obra um dia começará. Diante de tal cenário que envolve o futuro estádio do Corinthians em Itaquera, o presidente do clube, Andrés Sanchez, resolveu adotar o sarcasmo como arma para falar sobre o assunto.

Depois de passar um bom tempo falando sobre a desfiliação do Alvinegro do Clube dos 13, o cartola aproveitou uma brecha em sua longa coletiva concedida na quinta-feira (24) para responder a questionamentos sobre o ?Fielzão? ? e não economizou nas ironias.

- Eu cobro os envolvidos todo dia, mas me prometem amanhã, amanhã, amanhã. Vocês [jornalistas] estão conseguindo me convencer de que é um sonho. Eu tinha certeza de que [a obra] começaria em março ou no início de abril, mas já fizeram piadinha com o dia 1º [dia da mentira].

O mandatário corintiano negou que o Corinthians esteja sendo cobrado diretamente por Fifa ou CBF, e voltou a dizer que o papel do clube, nesse momento, é apenas o de ?sonhar? com a casa desejada há mais de um século.

- Estou cobrando o Luis Paulo [Rosenberg, diretor de marketing que está à frente do projeto], cobrando o governo, todo mundo. Não estão cobrando o Corinthians. A Fifa cobra a CBF e o COL (Comitê Organizador Local). O Corinthians só sonha.

Quando questionado sobre o que estaria impedindo as obras de finalmente começarem, Sanchez debandou da ironia para um tom mais poético.

- Qual é o problema do mundo fora o amor? Grana.

Fonte: R7, www.r7.com