Irritado com gritos de "pipoqueiro", Luis Fabiano ameaça saída

Irritado com gritos de "pipoqueiro", Luis Fabiano ameaça saída

Criticado por parte da torcida, atacante coloca permanência em xeque: "Vou analisar com a cabeça o que é bom para mim e bom para o São Paulo"

A torcida do São Paulo não perdoou mais um tropeço da equipe no Campeonato Brasileiro e voltou a abrir fogo contra os jogadores. Na derrota por 1 a 0 para o Vasco, o único atleta poupado pela torcida foi o goleiro Denis quelo, apesar de ter falhado no gol marcado por Fagner, fez grandes defesas e evitou que a equipe carioca tivesse aplicado uma goleada. O mais criticado pela torcida organizada foi o atacante e capitão Luis Fabiano, que acusou o golpe.

Chamado de pipoqueiro durante alguns minutos do segundo tempo, o camisa 9 se irritou e vai procurar a diretoria para discutir a questão.

- A torcida não poupou ninguém e alguns ainda me criticaram. Vamos pensar agora e, durante esses dias, repensar. Vamos com a cabeça fria analisar o que é bom para mim e bom para o São Paulo. Vamos ver o que vai acontecer - afirmou o jogador, em entrevista à rádio Transamérica após a partida realizada na última quarta-feira, no estádio do Morumbi.

O curioso dessa questão é que, se foi criticado pela torcida organizada, Luis Fabiano foi defendido pelos torcedores comuns. A cada vez que os manifestantes gritavam ?Luis pipoqueiro?, todo o restante do estádio começava a gritar o nome do camisa 9 para minimizar ao máximo o protesto.

No início do ano, o atacante de 31 anos esteve na mira do Fenernahçe (TUR), que chegou a oferecer ? 10 milhões (R$ 26 milhões), mas o clube do Morumbi nem cogitou a possibilidade de perder um dos seus principais jogadores. Desde então, ele já recebeu outras ofertas, mas não quis discutir o assunto.

Fonte: Globo Esporte