Ronaldinho treina na altitude para encarar o Real Potosí na quarta

Ronaldinho treina na altitude para encarar o Real Potosí na quarta

Não importa. De perto ou de longe, acertar um chute na altitude de Potosí carece de algum tempo de treino

Não importa. De perto ou de longe, acertar um chute na altitude de Potosí carece de algum tempo de treino. Ronaldinho e Renato sentiram isso na atividade de reconhecimento do gramado do estádio Victor Agustín Ugarte, local da partida contra o Real Potosí, quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), pela Pré-Libertadores. Após o treino de uma hora e meia, a dupla ficou um pouco mais em campo para acertar a pontaria a 4.000 metros acima do nível do mar. Nas primeiras tentativas, houve dificuldade. A maioria dos arremates subiu demais. Aos poucos, no entanto, o aproveitamento melhorou. Não com bola na rede, mas com chutes na direção da meta. R10 chegou a acertar o travessão três vezes seguidas e deixou os cerca de dois mil torcedores que foram ao local eufóricos.

Mas há também dificuldade para o outro lado. Os goleiros precisam se adaptar à velocidade da bola. Com o ar rarefeito, ela aumenta. César estava no gol durante o treino do meia e do atacante e também precisou se acostumar com as variações de tempo e direção.

Com os chutes fortes de Renato e com as cobranças colocadas de Ronaldinho, o Flamengo ganha opções na jogada de bola parada. O camisa 11 acredita que é possível tirar vantagem.

- Tenho um chute forte, aqui na altitude acaba que a bola sai mais rápido. Além de trabalhar a parte tática, vamos pensar nisso. Vamos encontrar dificuldade na maneira de bater na bola. Temos usado bastante a bola parada, espero chutar mais vezes no gol - comentou Renato.

O grupo rubro-negro treina na tarde desta segunda-feira, em Sucre, às 16h30m (18h30m de Brasília). A atividade será no estádio Patria.

Real Potosí e Flamengo farão o jogo da volta no dia 1º de fevereiro, no Engenhão. O classificado vai entrar no Grupo 2, que tem Lanús, da Argentina, Emelec, do Equador, e Olimpia, do Paraguai.


Jeito e força: Ronaldinho e Renato tentam fazer da altitude uma aliada

Fonte: Globo Esporte