Joel: "vices não entram nas conversas do Bota"

Joel: "vices não entram nas conversas do Bota"

Técnico afirma que lembrar dos problemas do passado não ajudam o time

O Botafogo tem a chance de, no próximo domingo, encerrar uma série de três vice-campeonatos cariocas frente ao Flamengo. Apesar de ser difícil para a torcida e para os jogadores não pensarem nesta marca ruim, o técnico Joel Santana garantiu que este assunto não faz parte da pauta de conversa com os atletas.

O comandante alvinegro acredita que lembrar de fracassos não vai ajudar os jogadores neste momento de decisão.

- Nem falo disso com os jogadores. Isso morreu. Em uma das derrotas, eu até estava. Seria a mesma coisa que estar numa reunião de família e falar de coisa triste. O momento é diferente. Nós temos a vantagem, mas não vamos pensar nisso. Fazer de conta que está 0 a 0 - avisou o treinador.

Apesar de o assunto não se tratado abertamente, o sentimento dos jogadores é realmente de superação. O lateral-direito Alessandro, que esteve nas derrotas de 2008 e 2009, disse que a característica do Botafogo é a força para superar momentos adversos.

- Botafogo sempre entra na competição como o quarto. Ninguém dá nada e acaba surpreendendo. Botafogo é superação, doar o Maximo. Tudo no clube é com dificuldade e luta pra conquistar - declarou o lateral.

O duelo do Botafogo com o Flamengo será neste domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Em caso de empate, haverá decisão por pênaltis. Se o Alvinegro vencer, conquista por antecipação o título de campeão carioca de 2010.

Fonte: Globo Esporte