Jogador do Botafogo pode ter sofrido recaída

Jogador do Botafogo pode ter sofrido recaída

Médico do Botafogo se irrita e nega recaída de Jobson por drogas

O atacante Jobson já começa a sentir na pele o fantasma dos seus problemas com drogas no passado. Comenta-se nos bastidores que o afastamento dele do time não teria sido em função de uma lesão - sofrida na coxa direita no jogo contra o Internacional -, mas de supostas recaídas em noitadas. Para cortar o mal pela raiz, o médico do Botafogo, Luiz Fernando Medeiros, exibiu nesta segunda a cópia do exame de ressonância magnética que atesta a a lesão do jogador alvinegro.

"A gente ouve até no rádio que a lesão dele não seria exatamente na coxa, que teria uma outra coisa envolvida. É absolutamente leviano esse tipo de coisa, é inadmissível esse tipo de insinuação", indignou-se o médico, rechaçando qualquer tipo de recaída de Jobson, que, no Brasileiro de 2009, foi flagrado por uso de cocaína em duas partidas e suspenso por dois anos pelo STJD. Em abril deste ano, a pena foi revista para seis meses e ele acertou o retorno ao Botafogo.

Para Medeiros, além de os comentários serem deselegantes e mentirosos, prejudicam o jogador, que tem de esforçado muito em sua recuperação. "Ele saiu no meio de um jogo, ninguém se finge de machucado. Além disso, está se dedicando ao tratamento, vem de manhã, de tarde e de noite e está evoluindo bem", ressaltou o médico, que pediu o fim da boataria. "A gente fez um laudo para comprovar que o rapaz está machucado como qualquer atleta profissional".

Mesmo sem apontar a data do retorno aos campos, Medeiros espera que Jobson volte na próxima semana. "Ele está evoluindo bem, mas, para essa viagem, é absolutamente impossível. E é difícil que volte no fim da semana (contra o Cruzeiro, sábado)", concluiu.

Fonte: Terra, www.terra.com.br