Jogador Renato Abreu planeja acionar Flamengo esta semana na Justiça

Jogador foi desligado via site oficial há mais de um mês, mas não assinou a rescisão.

De posse de uma série de documentos, Renato Abreu e seu advogado planejam acionar o Flamengo na Justiça esta semana. Em 17 de junho, via site oficial, o meia recebeu a notícia de que seu contrato seria rescindido, o que até hoje não ocorreu. O vínculo vai até o fim do ano.

No início deste mês, o departamento de futebol recuou, notificou o jogador para que ele voltasse e treinasse afastado do grupo, mas o ex-camisa 11 recusou-se. Foi o estopim para que ele decidisse ir à Justiça.

A grande questão está na forma de pagamento da dívida de R$ 1,5 milhão do clube com o jogador, referente aos seis meses de salários até dezembro. Internamente, membros do conselho gestor rubro-negro admitem que a situação foi mal conduzida pelos responsáveis pelo futebol e de forma precipitada na época. Enquanto o caso não se resolve, o Flamengo não se pronuncia sobre o assunto. Renato também decidiu se calar, mas não desistiu da ideia de cobrar o que clube lhe deve.

- Estamos finalizando toda a documentação esta semana para entrarmos com o processo. Renato foi humilhado pelo clube e vai buscar os direitos dele. Não há outra opção ? disse o advogado Paulo Reis, representante do jogador no caso.

Enquanto não se desligar do Flamengo, Renato fica impossibilitado de acertar com outra equipe. O jogador tem mantido a forma com treinos diários em casa e aguarda o desfecho do caso.

Com a camisa rubro-negra, ele fez 271 jogos, marcou 73 gols e virou o maior artilheiro do Flamengo no século 21. Foram duas passagens: de 2005 a 2007 e de 2010 a 2013. Nestes sete anos, conquistou dois Cariocas e uma Copa do Brasil.

Fonte: G1