Jogador tentou se matar após eliminação, disse o pai

Pai diz que Fábregas quis atirar em si próprio após eliminação

Capitão do Arsenal, o meia Cesc Fábregas foi um dos jogadores que mais sentiram a eliminação da equipe na Liga dos Campeões após a derrota por 3 a 1 contra o Barcelona, na última terça-feira. Em entrevista ao jornal inglês The Sun, o pai do atleta declarou que o filho declarou que tinha vontade de atirar em si mesmo após o revés do Camp Nou.

O jogador, que voltava a equipe após se recuperar de contusão, sentiu uma lesão muscular aos 10min do primeiro tempo e teve que atuar durante toda a partida com dor. De acordo com seu pai, Fábregas declarou que não deveria ter jogado e que foi um dos piores dias de sua vida.

Torcedor declarado do Barcelona, o meia campeão mundial pela Espanha em 2010 olhava para o confronto no Camp Nou com muito entusiasmo, explicou o pai, que desconversou sobre uma possível troca para o time catalão no final da temporada: "não sei de nada sobre isso", completou.



Devido a lesão muscular, Fábregas desfalcará o Arsenal na partida deste sábado contra o Manchester United, válido pelas quartas de final da Copa da Inglaterra.

Fonte: Terra, www.terra.com.br