Jogadora e modelo colombiana poderá ser condenada à morte

Juliana foi detida com drogas no aeroporto de Guangzhou

Uma jogadora de futebol colombiana está presa na China e pode ser condenada à morte. Juliana López Sarrazola, de 22 anos, participa de um time de modelos que viaja o mundo fazendo apresentações e foi detida com drogas no aeroporto de Guangzhou.

A prisão aconteceu no último dia 18, mas só agora foi revelada. Segunda a Oficina Anti-Tráfico de Entorpecentes de Guangzhou, a modelo carregava alucinógenos no interior do laptop.

A política antidrogas chinesa é rígida e Juliana Sarrazola pode ser condenada à morte ou a prisão perpétua. Políticos e diplomatas colombianos já iniciaram as tratativas para tentar reverter a situação. A estratégia é provar que não foi Juliana quem colocou as drogas no computador.

Ela também trabalha como apresentadora de televisão na Colômbia. Como jogadora, participa do time Las Divas del Futbol, equipe que viaja o mundo fazendo apresentações. Juliana é modelo e chegou a concorrer ao Miss Mundo em 2015.


Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do R7