Jogadores e comissão técnica do Vasco dão sinais de desânimo

Apesar de sair na frente, Vasco permitiu o empate palmeirense

O Vasco segue no páreo por uma vaga na próxima Copa Libertadores, mas o empate por 1 a 1 com o Palmeiras, no Pacaembu, não estava nos planos do clube, que viu o Corinthians chegar aos 64 pontos, dois a mais na tabela de classicação. Na Colina, os vascaínos não admitem que sentiram o golpe diante do rival corintiano, mas o desânimo da comissão técnica e do elenco foi visível nas entrevistas após o duelo contra os palmeirenses. Símbolo da raça do time, o zagueiro Dedé reconheceu que o time vacilou quando não poderia.

Jogadores e comissão técnica do Vasco dão sinais de desânimo

"Infelizmente a gente não podia ter vacilado neste jogo. Abrimos o marcador, mas cedemos o empate. Foi uma pena. Mas agora temos que pensar mais na frente e projetar a próxima partida, pois ainda estamos no páreo pelo título", disse Dedé, que fez o gol que abriu o marcador no Pacaembu na noite de quarta-feira. Analisando como ficou a tabela de classificação após a rodada de quarta-feira, o técnico Cristóvão Borges entende que o Corinthians abriu uma vantagem significativa faltando três rodadas para o término da competição. "Qualquer vantagem, diante do equilíbrio que é o campeonato, acaba sendo significativa. É significativa porque o campeonato está equilibrado demais, desde o começo. Nós tivemos algumas dificuldades, mesmo saindo na frente. Permitimos ao Palmeiras um distanciamento na marcação, mais liberdade. No segundo tempo a gente melhorou, tivemos algumas chances, mas não conseguimos o gol. Uma pena que não conseguimos a vitória", afirmou Cristóvão. O elenco do Vasco se prepara agora para o confronto diante do Avaí, no próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), em São Januário. Caso confirme o favoritismo e ganhe, além de seguir na disputa pelo título, o time carioca vai rebaixar matematicamente o time catarinense para a Série B do Brasileiro. A definição da equipe que vai a campo acontecerá nesta sexta-feira, em treino programado para São Januário, e que vai anteceder o começo do período de concentração. Apesar do desânimo do elenco, a torcida não jogou a toalha e na manhã desta quinta-feira, horas depois do tropeço, já era vista uma grande fila em torno do estádio para a compra de ingressos do duelo diante do Avaí.

Fonte: Terra, www.terra.com.br