Jornal: Neymar teria pré-contrato com o Barcelona válido a partir de 2014

Clube catalão teria desembolsado € 10 milhões para garantir a preferência numa transferência do craque para a Europa, o que custaria € 45 milhões

A edição desta segunda-feira do jornal catalão "Sport" publica uma reportagem com o que seriam detalhes de um pré-contrato de Neymar com o Barcelona, firmado em 2011, para uma transferência quando seu atual vínculo com o Santos termina, em 2014, após a Copa do Mundo no Brasil.

Segundo o diário, o clube teria desembolsado ? 10 milhões (cerca de R$ 26 milhões) adiantados para uma preferência na saída do jogador para a Europa, com cláusula de indenização de ? 80 milhões (R$ 208 milhões). Na efetivação da contratação, o time espanhol pagaria ? 45 milhões (em torno de R$ 117 milhões).

O "Sport" explica que o contrato se trata de um documento privado de natureza civil que não infringe a regra da Fifa.

Na semana passada, o mesmo jornal catalão garantiu que Neymar já tinha decidido não aceitar a proposta de renovação de seu contrato com o Santos até 2016. Mas que a dúvida era se iria para o Barcelona no meio de 2013 ou apenas quando o seu vínculo atual terminar, após a Copa do Mundo.

O Santos ainda aguarda a volta de Neymar e seu pai da Europa, onde o camisa 11 está com a seleção brasileira para os amistosos - o último jogo é nesta segunda-feira, contra a Russia, no estádio Stamford Bridge, em Londres, às 16h30m (de Brasília).

A CBF poupou o craque durante a viagem e não o escalou para entrevistas. A última vez que Neymar comentou o assunto foi no domingo retrasado, em entrevista exibida no Esporte Espetacular.

- Ninguém sabe o dia de amanhã. É difícil falar que não vai mudar, ou que vai. Mas o que tenho na minha cabeça, hoje, é que pretendo cumprir meu contrato com o Santos. Certas coisas vêm acontecendo, como clubes que entram em contato com meu pai, mas é totalmente com ele. Estou focado no meu trabalho. Existem especulações, que são normais na vida de um jogador de futebol, mas, como já deixei bem claro, estou feliz no Santos.

Em entrevista ao jornal catalão "El Mundo Deportivo" no domingo, o presidente do Barcelona, Sandro Rosell, elogiou muito Neymar, desdenhou da concorrêcia de outros clubes europeus no brasileiro, como Manchester City, Bayern de Munique e Real Madrid, mas fez questão de lembrar que o camisa 11 ainda é jogador do Santos.

- Não me preocupa essas investidas porque queremos que os jogadores que venham tenham não apenas um compromisso econômico, mas também de clube, de projeto esportivo, de valores históricos... Jogadores que entendam que não é um clube normal. Se sua prioridade é dinheiro, o Barça não é o clube para ele. O Barça não é uma empresa, é um clube de futebol e, portanto, sempre prioriza a qualidade e o talento esportivo ao dinheiro.

Fonte: GloboEsporte