Judoca Tiago Camilo leva ippon e dá adeus ao Mundial

O judoca sul-coreano começou com tudo a luta, marcando as principais características de Tiago

Começou pessimamente o penúltimo dia do Mundial de Judô, disputado em Roterdã, Holanda, para o Brasil, que ainda não conseguiu conquistar uma medalha sequer na competição. Neste sábado, o campeão mundial e duas vezes medalhista olímpico Tiago Camilo foi eliminado precocemente na categoria até 90kg, logo na primeira luta do dia, para o sul-coreano Kyu-Won Lee, por ippon.

O judoca sul-coreano começou com tudo a luta, marcando as principais características de Tiago, mas logo no início levou uma advertência. O brasileiro, um dos favoritos à medalha de ouro na disputa, parecia querer buscar um melhor momento para atacar, mas o seu adversário, mais ligado na luta, foi rápido e fechou-a com menos de dois minutos de combate, por ippon.

- A primeira coisa a fazer é esfriar cabeça, mas vou continuar caminhando, já enfrentei inúmeras dificuldades na minha carreira e sei o que é dar volta por cima. Não vou me desmotivar, vou continuar a acreditar. Agora é relaxar. Infelizmente esporte é isso, eu estava bem na luta e de repente levei um golpe, acontece - disse ao SporTV.

Segundo ele, a expectativa era chegar pelo menos até a semifinal:

- Eu estava me sentindo bem na luta. Em toda competição quero me sentir bem, porque amo esporte, porque me dá muito prazer estar lá lutando e procurando fazer tudo o que treinei. Às vezes não dá certo, o que me deixa triste, mas na vida é assim e a gente tem de continuar de cabeça erguida e acreditando até o fim.

Tiago Camilo ainda respondeu sobre a pressão de ter entrado como favorito e ter sido eliminado tão cedo:

- As pessoas esperam, é normal. Mas estou num ciclo novo, numa categoria nova, embora desde 1998 esteja no circuito. Como fui campeão do mundo em 2007 e pela maneira que conquistei (com sete ippons) isso gera uma expectativa. Mas estou confiante que posso continuar tendo boa performance.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com