Julio César aprova retorno à Seleção e admite ansiedade antes do jogo

Goleiro volta a lamentar fato de que o Brasil não está disputando as eliminatórias para a Copa e diz que tempo de preparação para amistosos é curto

Julio César estava fora da Seleção há quase um ano. Nesta quarta-feira, o goleiro do Queens Park Rangers "reestreou" com a amarelinha na derrota por 2 a 1 para a Inglaterra, em Wembley. E numa auto-avaliação após o confronto, o arqueiro gostou do seu desempenho no famoso estádio inglês.


Julio César aprova retorno à Seleção e admite ansiedade antes do jogo

- Gostei da minha atuação. Cria-se uma expectativa que é normal. Eu mesmo fiquei ansioso antes do jogo. É super normal, mas acho que me saí bem.

Como tem falado em todas as entrevistas recentes, o goleiro lamentou o fato de o Brasil não estar disputando as eliminatórias.

- Complicado falar sobre aprender. O futebol brasileiro é super respeitado. Para mim é o melhor do mundo. O que eu venho frisando nas minhas entrevistas é que não jogar as eliminatórias é bem complicado para a formação de uma equipe, para criar uma identidade. Não serve de desculpa.

Julio César comentou também o curto tempo de preparação que a Seleção tem antes de cada amistoso.

- Ficamos juntos três dias, treinamos uma vez e vamos para o jogo. Temos pouco tempo para assimilar o que o treinador quer - disse o arqueiro.

Os próximos compromissos do Brasil vão acontecer no mês de março. No dia 21, o time canarinho vai enfrentar a Itália, em Genebra, na Suíça. Quatro dias depois, o rival será a Rússia, em Stamford Bridge, em Londres.

Fonte: GloboEsporte