Júlio César é consolado e faz treino sozinho após falhas

Apontado por parte da torcida como culpado pela eliminação


Júlio César é consolado e faz treino sozinho após falhas
Dois dias depois da derrota para a Ponte Preta, que custou a sequência do Corinthians no Campeonato Paulista, Júlio César voltou a treinar na manhã desta terça-feira, no CT Joaquim Grava. O camisa 1, que falhou em dois dos três gols da equipe campineira, fez trabalho separado com o preparador de goleiro Mauri Lima, em campo distante da imprensa.

O procedimento corriqueiro na reapresentação do elenco é o arqueiro que atuou na última partida nem sair para o gramado. Geralmente ele faz trabalho de regeneração e fortalecimento muscular na parte interna do CT. Desta vez, porém, enquanto os demais goleiros participaram de atividade com bola com os jogadores reservas e os que atuaram no máximo uma etapa no domingo - como Jorge Henrique, Alex e Douglas -, Julio Cesar não se limitou à parte física.

Apontado por parte da torcida como culpado pela eliminação nas quartas de final da competição estadual, o jogador realizou treino tradicional e depois conversou demoradamente com Mauri. Abatido, Júlio César chegou a receber um forte abraço do preparador durante o treino específico que fez nesta terça e procurou ficar afastado da imprensa neste retorno às atividades no clube.

No domingo, o goleiro falhou no primeiro e no terceiro gols da Ponte. Aos 12 minutos, ele aceitou cobrança rasteira de Willian Magrão da meia esquerda, que inaugurou o marcador. Na etapa final, ele acertou tiro de meta nas costas de Leandro Castán e viu Rodrigo Pimpão ser servido por Renato Cajá para fazer 3 a 1, contando ainda com sua precipitada saída da meta.

Após a partida no Pacaembu, Mauri admitiu que Júlio César foi mal nos dois lances, mas depositou confiança no campeão brasileiro de 2011. "Seria melhor se tivesse um jogo já na sequência, mas agora temos dez dias para trabalhar, conversar e fazer com que retome a confiança, porque já deu a volta por cima em outras ocasiões", disse o membro da comissão técnica.

A próxima partida do Corinthians será no dia 2 de maio, contra o Emelec, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores, no Equador. A princípio, segundo discurso do técnico Tite, o goleiro está mantido no time titular. As outras opções do elenco são Danilo Fernandes, outro prata da casa, e Cássio, que pertencia ao PSV (Holanda) até setembro passado e chegou ao clube neste ano.

Fonte: MSN Notícias