Justiça bloqueia R$ 360,3 mil de Roberto Carlos por dívida trabalhista

Ação de 2007 foi feita por uma ex-funcionária de uma empresa do jogador do Anzhi


Justiça bloqueia R$ 360,3 mil de Roberto Carlos por dívida trabalhista

A Justiça do Trabalho bloqueou na última sexta-feira R$ 360,3 mil na conta do jogador de futebol Roberto Carlos, devido a uma execução trabalhista. A decisão da 61ª Vara do Trabalho de São Paulo determinou a penhora online dos valores direto na conta corrente do jogador do Anzhi, da Rússia. As informações são do site ?Conjur? e da Justiça do Trabalho.

A condenação aconteceu em 2007, em uma ação proposta por uma mulher exigindo reconhecimento de vínculo empregatício com a RCS Empreendimentos e Participações, da qual Roberto Carlos é sócio majoritário, e seu pai, Oscar Pereira da Silva, minoritário.

Confirmada a razão da requerente, a Justiça determinou o pagamento de verbas trabalhistas devidas e indenização por conta do tempo trabalhado sem pagamento regular.

No entanto, a Justiça não encontrou bens no nome da entidade para penhorar e realizar o pagamento e, assim, partiu para penhora nas contas pessoas dos proprietários.

Caso o valor não seja encontrado, a Justiça determinou que o sigilo fiscal de Roberto Carlos seja quebrado pela Receita Federal para que possa ser feita uma busca em cartórios por imóveis do jogador para que sejam penhorados para o pagamento das dívidas.

Fonte: GloboEsporte.com