Kaká desabafa sobre problema no púbis

Kaká desabafa sobre problema no púbis

Jogador utilizou o Twitter para criticar "especulações mentirosas" sobre sua pubalgia

Na última quarta-feira, o jornal "Marca", o principal diário esportivo da Espanha, publicou em manchete de capa que Kaká teria que fazer tratamento "durante toda a vida" contra uma pubalgia (dor no púbis). Na noite deste sábado, após fazer uma bela apresentação diante do Espanyol, o jogador do Real Madrid e da seleção brasileira usou o twitter para reagir aos comentários sobre sua forma física e desabafar.

- Vitória e participação individual que acaba com toda especulação mentirosa que foi criada essa semana!! Glória a Deus!! - escreveu o jogador em sua página oficial no site de relacionamentos.

Neste sábado, Kaká foi o grande nome da vitória do Real Madrid sobre o Espanyol por 3 a 0, pelo Campeonato Espanhol. O brasileiro marcou um gol, acertou uma bola na trave e mostrou boa movimentação.

Na reportagem, o "Marca" afirmou que o jogador teria um problema crônico no púbis e estaria realizando um trabalho de fortalecimento do abdômen, glúteos e costas para evitar uma recaída do problema que afastou dos gramados por 42 dias.

Outros veículos de comunicação espanhóis chegaram a insinuar que o Milan teria vendido para o Real um "jogador machucado", o que foi prontamente negado por Adriano Galliani, principal executivo do clube italiano.

Em entrevista ao SportTV na última quinta-feira (ao lado), o médico da seleção brasileira, José Luís Runco, minimizou o problema de Kaká, dizendo que a pubalgia atinge boa parte dos atletas e que existe tratamento eficaz para que eles possam "desenvolver normalmente o seu futebol".

Para Runco, se Kaká percebesse qualquer possibilidade de algum problema que pudesse comprometer sua participação na Copa do Mundo, já teria "alertado" os profissionais da seleção brasileira.

- Acredito que não deva ser uma situação tão complicada porque em nenhum momento o Kaká solicitou suporte a mim ou ao (fisioterapeuta Luiz) Rosan - disse o médico.

Runco acrescentou que, no período em que atuou no Milan, o jogador nunca se queixou com ele, especificamente, de problemas no púbis.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com