Kaká leva rasteira de Daniel Alves durante treino da Seleção e ""reata"" com Felipe Melo

Kaká leva rasteira de Daniel Alves durante treino da Seleção e ""reata"" com Felipe Melo

O gesto foi feito de forma proposital pelos jogadores da seleção brasileira após o alarde que foi feito

O coletivo acontecia normalmente na Randburg High School, em Joanesburgo, quando Daniel Alves fez uma falta dura em Kaká. Diante da apreensão dos presentes, preocupados com uma possível lesão, o apoiador se levantou, abriu um sorriso e abraçou o lateral-direito. Felipe Melo, que se viu envolvido em uma polêmica com o camisa 10 da seleção brasileira na semana passada, entrou na onda e também foi de encontro ao craque. Os dois se abraçaram, sorriram e olharam para os jornalistas, que retribuiram com aplausos.

O gesto foi feito de forma proposital pelos jogadores da seleção brasileira após o alarde que foi feito por conta do lance envolvendo Felipe Melo - na sexta-feira, Robinho derrubou o camisa 10. Ele julgou ter sido atingido pelo volante e recusou ajuda para se levantar. Nesta segunda-feira, na coletiva de imprensa, o volante classificou como "sacanagem" o que foi publicado pela imprensa nos últimos dias, dando conta de um desentendimento.

- Eu estava trabalhando e quando cheguei em casa vi um site italiano dizendo que eu tinha entrado forte no Kaká. Isso não é verdade. Os italianos já gostam de fazer sacanagem. Jamais vou ser mau caráter de tirar um companheiro da Copa. Mas a verdade é que cabia um processo porque é uma coisa difícil. O Kaká é o grande nome, esperamos muito dele. Jamais faria algo para prejudicá-lo - disse Melo.

Kaká teve uma atuação discreta no coletivo desta segunda-feira, em Joanesburgo. Recuperado de uma lesão muscular, o apoiador do Real Madrid tem evoluído ao longo das atividades da seleção brasileira na África do Sul.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com