Kleber será julgado por "agressão" e pode ficar fora do resto do Campeonato Brasileiro

Kleber será julgado por "agressão" e pode ficar fora do resto do Campeonato Brasileiro

O departamento jurídico do Grêmio adota um discurso de tranquilidade.

Kleber está novamente no banco dos réus. Desta vez, o atacante do Grêmio será julgado por "praticar agressão física durante a partida" no lance de sua expulsão contra o Palmeiras, pela 21ª rodada do Brasileirão. Enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), pode pegar de quatro a 12 partidas como punição. O julgamento ocorre na segunda-feira, a partir das 18h, no Rio de Janeiro.

Caso ocorra a pena máxima, Kleber ficará de fora do restante do Brasileiro, uma vez, que após a partida contra o Atlético-MG, no próximo domingo, haverá mais 12 rodadas até dezembro. No 0 a 0 de 1º de setembro, no Pacaembu, o jogador recebeu o primeiro cartão amarelo aos 12 minutos de jogo por reclamações contra a arbitragem de Sandro Meira Ricci. Quatro minutos depois, o camisa 30 chocou-se com o zagueiro Henrique e acabou expulso.

O departamento jurídico do Grêmio adota um discurso de tranquilidade. Vai apoiar a defesa nas imagens de televisão, que, segundo o advogado Gustavo Pinheiro, provam que Kleber não acertou o rosto de Henrique, como relatara o árbitro na súmula: "por utilizar a mão de maneira temerária contra o rosto de seu adversário na disputa da bola", frisou Ricci.

É a décima passagem de Kleber no tribunal esportivo desde 2008. A expulsão, logo aos 18 minutos de partida, levou a direção a repreender o jogador. O próprio Gladiador, ainda no vestiário naquela noite, admitiu que precisava mudar a sua postura em campo e reclamar menos da arbitragem.

Neste domingo, com Kleber em campo, o Grêmio enfrenta o Atlético-MG, em Minas Gerais, pela 26ª rodada do Brasileirão, com chances de roubar a vice-liderança do Galo em caso de vitória.

Fonte: Globo Esporte