Kleina critica Valdivia, reclama de privilégios, mas garante chileno titular

Kleina critica Valdivia, reclama de privilégios, mas garante chileno titular

“A disciplina tem que ser geral, todos sendo tratado da mesma forma", disse o técnico

Gilson Kleina demonstrou irritação ao comentar sobre a ausência de Valdivia nos quatro primeiros dias de treinamento no Palmeiras. O treinador reclamou da permanência prolongada no Chile durante o período de férias sem o consentimento da diretoria, e pediu para que o meia seja tratado como os demais no clube.

?É louvavel o atleta ter treinado nas férias, mas não concordo com o modelo. Não posso compactuar que isso seja feito sem comunicar a direção. Agora o que tem que parar aqui é de passar a mão na cabeça de jogador. Às vezes, o parâmetro para outros é diferente?, disse Kleina.

?A disciplina tem que ser geral, todos sendo tratado da mesma forma. Já pensou se a moda pega, e cada um se apresenta no dia que quiser? Não podemos permitir isso?, complementou.

Valdivia voltou aos treinos na segunda-feira no Palmeiras com a justificativa de que realizou tratamento físico no Chile para conviver longe de lesões em 2013. A desculpa não foi aceita pelo treinador.

?Não dá para entender certas coisas. A medicina no Brasil é referência, aqui no clube temos profissionais de qualidade, e esse modelo não pode ser aplicado. Tudo bem que voltou com a musculatura diferente, só que o incomodo é com a conduta do atleta?, destacou.

Apesar da revolta, Gilson Kleina não trabalha com a possibilidade de castigar Valdivia com o banco de reservas no início da temporada.

?A conduta do atleta é uma coisa, e o futebol outra. Não posso ir contra um futebol vistoso, pois assim estaria indo contra a instituição Palmeiras. Eu tenho é que analisar treinos, e escalar quem está correspondendo?, comentou.

?O Valdivia demonstrou estar bem, agora temos que esperar os resultados da semana. Dependendo da condição física ele vai jogar?, finalizou.

Fonte: UOL