Corinthians: Laor põe suspeita sobre o time e a Seleção; saiba

Corinthians: Laor põe suspeita sobre o time e a Seleção; saiba

Presidente do Santos admite Timão melhor no clássico, mas estranha a não convocação de jogadores do rival para amistosos da equipe canarinho

O presidente do Santos, Luis Alvaro Ribeiro, é conhecido pelas frases pitorescas, mas o tom bem-humorado ficou totalmente de lado após a derrota do Peixe por 1 a 0 para o Corinthians, na primeira semifinal da Libertadores, disputada na última quarta-feira, na Vila Belmiro. Apesar de admitir a superioridade do arquirrival nos primeiros 90 minutos, o dirigente levantou suspeita sobre o relacionamento entre o Timão e a CBF, reclamando da não convocação de nenhum jogador do adversário para os quatro amistosos que a Seleção disputou entre maio e junho. Os santistas Rafael e Neymar participaram de três - contra Estados Unidos, México e Argentina, nos EUA.

Laor, como o dirigente santista é conhecido, promete conversar com o presidente da CBF José Maria Marin sobre o assunto. Usando boa dose de ironia, Luis Alvaro se diz com "a pulga atrás da orelha" e acha "muito estranho" jogadores como Paulinho, Ralf e Emerson Sheik ficarem fora do time do técnico Mano Menezes.

- Acho muito estranho que nenhum jogador do Corinthians, campeão brasileiro com todos os méritos, e dono da melhor defesa do Brasil, com um imbatível meio de campo, um atacante insinuante como o Sheik, craque, não tenha nenhum convocado. Por que será que não foram convocados? Isso me deixa com a pulga atrás da orelha - disse o mandatário.

- Vão dizer que o Emerson não tem idade olímpica, mas o Hulk não tem também. Entre convocar um do Porto e outro do Brasil, que é muito melhor e joga muito mais, eu levaria o Sheik. Se tivesse de contratar um dos dois, seria o Sheik sem dúvidas. Vou me informar sobre tudo isso. Presidente fala com presidente. Vou conversar com o Marin e vou me pronunciar entre hoje e amanhã - continuou.

O cansaço de Neymar é o principal motivo de reclamação de Laor. O mandatário considera absurda a maratona de estresse físico e mental a que o garoto de 20 anos vem sendo submetido. Para ele, essa correria explica a atuação sem brilho do camisa 11 no clássico. Tal crítica foi feita ao diretor de seleções da CBF, Andrés Sanches, antes mesmo da convocação do atacante. Para justificar seus argumentos, o dirigente usa o argentino Messi, melhor jogador do mundo, como base.

- Neymar está esgotado, é um despropósito. Ponderei com o Andrés antes das convocações, dizendo que não tinha lógica testar o Neymar. Não precisa testar o Messi. Ele e Neymar são consagrados. Fazer isso no meio de jogos decisivos da Libertadores desgasta o garoto física e mentalmente. Não dá para administrar. Sai de uma disputa de estresse, do tri Paulista, viaja para o exterior, encontra um México tinhoso, que vence o Brasil e isso abala um moleque vencedor como o Neymar. Depois, perde para a Argentina, nosso rival emblemático, com Messi, o rival dele entre os melhores do mundo, e volta para enfrentar o Corinthians numa semifinal de Libertadores. Não há cabeça que aguente e isso reflete no campo, é inegável - completa Luis Alvaro.


Laor põe suspeita sobre Corinthians e Seleção, e vai reclamar com Marin

Apesar de todas as reclamações e suspeitas, Luis Alvaro também reconheceu a eficiência do Timão no clássico, admitiu que o Santos não esteve bem em campo, mas vê condições de reverter o resultado no Pacaembu, na próxima quarta-feira.

Para acreditar na virada, o dirigente lembra da vitória histórica do Peixe sobre o Fluminense, nas semifinais do Brasileiro de 95, quando o time reverteu o resultado de 4 a 1 no jogo de ida, no Maracanã, para um 5 a 2 no Pacaembu - posteriormente, o Santos foi vice diante do Botafogo.

Se quiser garantir a classificação nos 90 minutos finais, o Alvinegro Praiano precisa de uma vitória por dois gols de diferença ou por um, mas balançando as redes ao menos duas vezes fora de casa (exemplos: 2 a 1, 3 a 2 e assim por diante). Se vencer por 1 a 0, o Peixe leva a decisão para os pênaltis. O Corinthians joga pelo empate.

Fonte: GloboEsporte.com