Lateral Adriano busca afirmação na seleção

Jogador reencontrou companheiros campeões mundiais Sub-20

O lateral-esquerdo Adriano tem história com a camisa da Seleção Brasileira. Uma história que começou em 2003, quando foi convocado para a equipe Sub-20 e conquistou o Mundial da categoria no Egito. Naquela Seleção estavam também o meia Fernandinho, do Shakhtar Donetsk, e o lateral-direito Daniel Alves, com quem Adriano jogou por cinco anos no Sevilla e agora reencontrou no Barcelona, clube para o qual foi contratado em julho.

- Eu fico feliz de poder rever os companheiros daquela época - disse o lateral.

Adriano, que foi convocado às pressas por Mano Menezes para o período de treinamento em Barcelona, substituindo Marcelo, do Real Madri, cortado por gastroenterite, também foi campeão da Copa América de 2004, apesar de, na ocasião, não ter entrado em campo. O jogador é o único da atual Seleção Brasileira que participou dessa edição da competição, que teve a épica final contra a Argentina, vencida pelo Brasil nos pênaltis, depois de um gol de Adriano - o atacante - já nos acréscimos do segundo tempo.

- Na verdade, em 2004, apesar de eu não ter tido a oportunidade de jogar, estar no grupo, para mim, foi uma grande experiência - disse.

- Eu renuncio a qualquer coisa para poder estar aqui na Seleção - acrescentou, sobre a convocação de última hora.

Além dessas participações na Seleção Brasileira, Adriano também conquistou títulos importantes nos clubes pelo qual passou, como a Copa da UEFA em 2006 e em 2007 pelo Sevilla.

Fonte: MSN, www.msn.com.br