Léo Moura não quer o Flamengo na defesa contra o Galo

Flamengo precisa entrar em campo com uma postura coerente com tudo que envolve o jogo

O jogo entre Flamengo e Atlético-MG, neste domingo, no Mineirão, é considerado por muitos como o principal desta 34ª rodada do Brasileirão. Afinal, os dois times estão brigando por uma vaga na Taça Libertadores de 2010 e também sonham com o título da competição.

Quem vencer, mantém vivos estes dois objetivos. Por isso, até mesmo no discurso dos jogadores é possível perceber essa dose de tensão que envolve este clássico do futebol brasileiro.

Para Leonardo Moura, o Flamengo precisa entrar em campo com uma postura coerente com tudo que envolve o jogo. O lateral-direito quer um time tranquilo e que saiba atacar sem deixar espaço para o rival.

- É um jogo decisivo e nós sabemos a nossa capacidade. Vamos enfrentar um adversário difícil e que jogará no seu campo. Mas dá para fazer um bom jogo. Eles têm uma equipe rápida e inteligente e temos de ficar atentos para não sermos surpreendidos. Não podemos sair pro jogo de qualquer maneira. Tem de ficar tranquilo, mas não jogando muito recuado lá atrás. Tem de esperar o momento certo. Vamos deixar a euforia só para os torcedores, pois não podemos errar ? explicou.

Se o Flamengo vencer, passará a ter 57 pontos, um a mais que o Atlético-MG. Um empate mantém os dois times no G-4. Mas em caso de derrota, o time de Andrade fica fora desse grupo. É que o Cruzeiro derrotou o Sport, neste sábado, em Recife, se igualou aos 54 pontos rubro-negros, mas leva vantagem pelo número de vitórias.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com