Libertadores: Brasil pode ter a queda histórica ou até 100% de classificados

Futebol brasileiro nunca teve mais de dois eliminados na fase de grupos do atual formato do torneio

O panorama dos clubes brasileiros na última rodada da fase de grupos da Libertadores da América consegue alimentar pessimistas e otimistas com a mesma tabela. O Brasil pode bater seu recorde de eliminados na fase de grupos, mas também pode classificar todos seus representantes para as oitavas de final. Dos seis times que defendem o país no torneio, apenas Atlético-MG e Grêmio têm vaga assegurada. Atlético-PR, Botafogo, Cruzeiro e Flamengo, com maior ou menor intensidade, correm riscos de queda precoce.

Desde 2000, quando a Libertadores passou a ter o atual formato, o máximo de eliminados que o Brasil teve no mesmo ano foram dois clubes, em 2002: Atlético-PR e Flamengo, justamente dois dos ameaçados agora. Naquele ano, porém, o país teve quatro representantes no torneio, dois a menos do que na atual edição. Grêmio e São Caetano avançaram.


Libertadores: Brasil pode ter queda histica ou at 100% de classificados

Fonte: GloboEsporte.com