Livre para negociar com clubes, Adriano chega ao RJ

Imprensa aguardava Imperador no Galeão, mas atacante desembarca em outro aeroporto após pegar voo fretado em São Paulo



O Imperador está em casa. Após rescindir o contrato com o Roma na última terça-feira, o atacante Adriano desembarcou na manhã desta quinta no Rio de Janeiro. Na cidade natal, o jogador deverá ouvir as propostas para retornar ao futebol brasileiro. Flamengo, Corinthians e Palmeiras apareceram como primeiros candidatos, mas o Verdão já avisou que não está na briga.

Em seu primeiro dia no Brasil, Adriano já enganou a imprensa. Um grande número de jornalistas esperava o atleta no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim/Galeão, na Zona Norte do Rio, desde 6h (de Brasília) na expectativa que o jogador chegasse em um voo da companhia área Air France.

Porém, o Imperador viajou de Alitalia direto de Roma para o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, onde pegou um voo fretado para o aeroporto Santos Dumont, perto da Zona Sul do Rio, e desembarcou na Cidade Maravilhosa por volta das 8h (de Brasília). Alguns amigos esperavam o atleta, que seguiu para sua casa na Barra da Tijuca, Zona Oeste, em seu carro Porsche.

O atacante de 29 anos tinha contrato com o Roma até 30 de junho de 2013, mas chegou a um acordo para a rescisão após apenas nove meses no clube. Artilheiro do Brasileirão de 2009, Adriano só fez um gol com a camisa do time italiano logo no amistoso de sua estreia. Depois, entrou em campo apenas oito vezes em partidas oficiais e não balançou a rede.

- Saio de cabeça erguida. Perdi muito dinheiro. Mas troco o dinheiro pela felicidade com a minha família no Brasil - disse o ex-camisa 8 do Roma em sua última entrevista na Itália.

BRASIL MUNDIAL FC: veja a última entrevista de Adriano à imprensa italiana

A passagem de Adriano pelo Roma foi marcada mais por polêmicas e lesões do que por bom futebol. Em janeiro, o atleta passou por uma cirurgia no ombro direito e foi liberado para passar um período de recuperação no Brasil. Porém, foi flagrado bebendo cerveja no Rio, perdeu a carteira de habilitação durante uma blitz da Lei Seca e ainda atrasou seu retorno à Itália.

Após a volta do jogador ao Roma, a imprensa italiana passou a publicar diariamente que o clube iria rescindir o contrato do Imperador. O anúncio oficial aconteceu na última terça, quando o brasileiro foi liberado para seguir a carreira em outra equipe.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com